Nicola porta-voz do Rendimento

@ Judo Magazine | 12 julho 2020 | Eleições da FPJ

Decorreu ontem dia 12 de julho de 2020 a votação para a eleição dos delegados à Assembleia Geral Eleitoral da FPJ-Federação Portuguesa de Judo tendo sido eleitos representantes dos árbitros, dos praticantes, dos treinadores, dos clubes e do Alto Rendimento.

O ato eleitoral decorreu em várias mesas de voto que forneceram os resultados que foram agregados por regiões: Norte, Açores, Centro, Centro Sul, Lisboa, Madeira e Sul. O Alto Rendimento, por sua vez, também elegeu um delegado.

Praticantes, praticaram pouco

Com uma votação global de 22,8% dos inscritos, a participação percentual tem sobretudo expressão nos clubes (43,9%), nos árbitros (34,9%) e nos treinadores (34,6%) já que os praticantes apenas contaram com 16,6% de votantes.

Síntese dos resultados: autoria Judo Magazine, 12 julho 2020

Não deixa também de ser significativo o fato de algumas regiões terem revelado uma fraca motivação para o processo eleitoral, Centro Sul (12,1%), Lisboa (13,2%) e Centro (17%) enquanto que noutras há um empenho mais razoável como é o caso dos Açores com 39,2 %.

Resultados nominais e clubes

Os resultados propriamente ditas ditaram os árbitros que estarão na Assembleia Geral Eleitoral, que serão: António Boloto, Bruno França, Jorge Pimentel, Sílvio Monteiro, Manuel Cabete, Ricardo Pimentel e Fernando Quintino.

Por sua vez os treinadores serão representados por: Rui Ferreira, Rui Teixeira, António Saraiva, Nuno Rosa, Pedro Soares, Ricardo Bastos e Nelson Trindade.

Os clubes participantes na AG da Federação serão: ADC Sosense, CJ do Porto, SC Vianense e JC de Viseu da Região Norte. O Judo Clube de Ponta Delgada representará os clubes dos Açores.  A ACM-Coimbra, o Judo Clube da Marinha Grande e o Clube dos Judokinhas serão os clubes da Região Centro a participar na AG enquanto que a AE Ana Hormigo e o CPCM representarão o Centro Sul. Lisboa será representada pelo Sporting Clube de Portugal e a Madeira pelo JC da Madeira. Os Judo Clubes do Pragal, do Algarve e de Beja serão os representantes do Sul.

César Nicola no Alto Rendimento

Quanto aos praticantes, atendendo às regras estabelecidas que permitem uma votação em vários candidatos, verificamos que existem flutuações significativas de opções naqueles que se apresentaram a sufrágio, em função dos distritos, o que aparenta ser normal, mas que revela também que não existem vencedores à partida. Os delegados dos praticantes serão: Rui Veloso, Sérgio Morais, Tiago Rodrigues, Ana Meireles, Eric Domingues, Márcio Carinhas, José Duarte, Mariana Milheiro, Tiago Silva, José Grafanhate, Beatriz Caires, Luís Brito, Renato Morais, Dinis Romaneiro Pinto.

Por último o Alto Rendimento será representado por César Nicola.

(De)igualdade de género

Numa leitura muito sumária dos resultados um elemento que salta à vista é a desigualdade de género que emerge no número de mulheres eleitas, apenas 6 na totalidade, sendo notória a sistemática ultrapassagem das candidatas femininas quando se confrontam com opositores masculinos e das 6 que estarão na AG Da FPJ 4 estarão em representação de clubes, sendo as exceções no conjunto da votação Ana Meireles dos Açores e Mariana Milheiro do Centro Sul.

© Foto de Eduardo Costa, Produções Audiovisuais. editada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *