SETEMBRO 2020 | Novos desafios, novas ações

@ JUDO Magazine| Como será setembro 2020? |

Por José Mário Cachada

José Mário Cachada escreveu recentemente na JUDO Magazine sobre as mudanças em curso na modalidade por via da situação de pandemia COVID-19. Desta feita, JMC adianta-nos sugestões concretas para o planeamento da retoma em Setembro com um sentido de prudência que vai ao encontro da atitude mais global dos diversos protagonistas do judo nos tempos atuais. @JM – Carlos Ribeiro

O próximo ano letivo irá, como todos sabem, trazer novos desafios e, consequentemente, novas ações, não só no que diz respeito à prática da modalidade de judo, mas sim a toda a atividade, desportiva, ou não, em contexto escolar.

É nossa convicção profunda de que toda a comunidade escolar se terá de adaptar a uma nova realidade, sendo certo que os alunos-judocas, neste particular, são uns ‘privilegiados’, pois têm já uma vasta experiência, no que a estes fenómenos de adaptação diz respeito, desde logo, e apenas a título de exemplo, pela imperiosa necessidade de adaptação aos diferentes momentos de um combate de judo, tendo esta realidade, de acordo com o nosso pensamento, uma transferência para a adaptação aos diferentes desafios que, na atualidade, o nosso dia-a-dia nos impõe em contexto escolar, ou não.

Não ficámos parados

Ao longo deste tempo em que, tendo em atenção a situação relacionada com o novo Coronavírus (COVID-19), nos vimos ‘impedidos’ de realizar, na plenitude, as aulas e os treinos de modo presencial, e em conformidade com o planeamento inicialmente realizado, ainda assim, não ficámos ‘parados’ e fomos construindo material didático importante, perspectivando, pelo menos, a abordagem do judo, em contexto escolar, ao longo do próximo ano letivo.

Preparar a retoma

Assim, e em jeito de planificação do próximo ano letivo, e tendo consciência de que qualquer planeamento agora ‘produzido’ poderá sofrer adaptações a qualquer momento, sobretudo, tendo em atenção a situação relacionada com o novo Coronavírus (COVID-19), apresentamos, desde já, algumas linhas ‘orientadoras’, com vista à preparação para a retoma da prática desportiva do judo em contexto escolar, na presente situação de pandemia provocada pelo novo Coronavírus (COVID-19).

Linhas orientadores

Linhas ‘orientadoras’ essas que só a mim me ‘vinculam’, enquanto professor de Educação Física e treinador, mas que, aqui e agora, partilho convosco, e que, muito naturalmente, foram ‘construídas’ no respeito por todas as informações e orientações emitidas, até ao momento, pela Direção-Geral de Saúde, que, aliás, têm vindo a ser atualizadas, de acordo com a evolução da situação.

Atividades exequíveis

Apresentamos, a título de exemplo, algumas atividades que entendemos, desde logo, no presente contexto da pandemia provocada pelo novo Coronavírus (COVID-19), como sendo exequíveis,

Assim, sugiro as seguintes atividades:

Atividades genéricas
No ensino do judo, em contexto escolar, sejam privilegiadas as atividades individuais e, sendo possível, algumas atividades ao ar livre,
continuando a ser trabalhados os valores da modalidade.
Ukemis
O estudo mais aprofundado das quedas de judo (Ukemis).
Mitori-Geiko
O estudo mais aprofundado da modalidade de judo, através de atividades, tais como o Mitori-Geiko, isto é, ser capaz de aprender e
de melhorar as diferentes técnicas de judo, observando o professor, ou um outro aluno-judoca mais graduado.  
Tandoku-Renshu
O estudo mais aprofundado da modalidade de judo, através de atividades, tais como o Tandoku-Renshu, isto é, o treino de sombra,
ou seja, o treino das diferentes técnicas de judo sem parceiro,
também designado de treino solitário.
Uchi-komi
O estudo mais aprofundado das técnicas de judo, através do treino técnico de repetição – Uchi-komi, utilizando elásticos e,
eventualmente, bonecos, em ambos os casos, de utilização individual,
ou previamente desinfetados.

Novos desafios

Em suma, e como supracitado, novos desafios exigem novas ações, não só no que diz respeito à prática da modalidade de judo, mas sim a toda a atividade em contexto escolar e nessa conformidade, e apesar da pandemia provocada pelo novo Coronavírus (COVID-19), desejo que o presente texto vos consiga inspirar, a cada um de vós professores, ou treinadores.

Eis o meu humilde contributo para que continuem a desenvolver a formação integral e holística dos vossos alunos-judocas.

Desejo-vos a todos, sem exceção, boas aulas, bons treinos, ao longo do próximo ano letivo.

© foto cedida por José Mário Cachada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *