MODELOS |Judo infantil sem contato e divertido

@ JUDO Magazine | 20-08-2020 | Com José Miguel Urrea – Judo Suchil | Como vai ser setembro nos clubes? Novos modelos

Entre os diversos subtemas que podemos abordar na antecipação das situações que o mês de setembro irá revelar aquando da reabertura das atividades do judo nos clubes e escolas encontram-se os novos modelos de animação das aulas que a pandemia de COVID-19 forçou a pesquisar e até a implementar de forma experimental.

O método 360 – Judo Suchil surge neste contexto de pesquisa-inovação como uma referência na construção de modelos alternativos àquele que sempre orientou a prática da modalidade no tapete. O pressuposto, que tudo indica estruturar o conjunto de soluções preconizadas, assenta na possibilidade do judo infantil poder ser praticado sem contato. Trata-se de uma audácia que José Miguel Urrea, 7º Dan de Madrid, e a sua equipa espelharam no seu Método Suchil.

Modelo completo

Importa referir que todo o processo está sistematizado e que estão pré-estabelecidas as orientações quer para a vertente mais logística e funcional quer ainda para os aspetos pedagógicos e de animação dos treinos.

Toda a atividade, que neste caso irá ocorrer em espaços interiores ou seja em dojos, será antecedida por um crivo de medidas de segurança sanitária que respeitam as normas das autoridades de saúde pública e as que emanam da própria FIK – Federação Internacional de Judo.

Programa individual em coletivo

Cada aluno tem o seu espaço, o seu equipamento, as suas referências e os seus pictogramas. Este é o ponto de partida de todo o Programa formativo Método 360 – Judo Suchil. Da participação no Programa resultarão benefícios físicos, psico-cognitivos e uma abordagem iaos valores do judo que remetem para a formação da pessoa numa perspetiva integrada.

Em conversa com José Miguel Urrea confirmámos que a construção desenvolvida em torno do Método 360 “baseia-se numa perspetiva otimista da evolução futura da modalidade e é o resultado de muito trabalho nos últimos meses, com uma equipa multidisciplinar”.

Prática vai fornecer novos elementos

Com a plena implementação do Método a partir de 1 de Setembro poderemos certamente aferir do seu potencial e das barriras ou dificuldades na sua generalização o que justificará um novo contato com os autores desta metodologia que não deixa de surpreender pela sua consistência e sólida fundamentação.

© fotos cedidas por José Miguel Urrea – Judo Suchil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *