CLUBES | Manual de judoka é resposta de inteligência coletiva

JM | 16 setembro 2020 | O Grupo Recreativo Gonçalvinhense – secção de Judo produziu e lançou um manual que serve de apoio, de orientação e de envolvimento de toda a comunidade judoca do clube mafrense.

As instituições com sentido de comunidade, aquelas que se preocupam e antecipam a forma como são vividas situações excecionais por parte dos pares ou dos seus membros, revelam uma maturidade que lhes confere um estatuto de organização indispensável na vida coletiva do seu território de pertença.

Proatividade

Quando a situação é de turbilhão, de incerteza e de alguma insegurança a criação de instrumentos de orientação, de apoio à organização das tarefas e de envolvimento nas soluções que importa implementar é meio caminho andado para que as coisas corram bem. A produção de um Manual de Judoka pelo Grupo Recreativo Gonçalvinhense vem exatamente neste sentido e assume o caráter de ação exemplar na modalidade principalmente pela atitude proativa e pelo seu sentido de oportunidade particularmente feliz.

Trata-se de um manual de auto-Organização do judoca que constitui uma peça-chave na tranquilização e na antecipação do bom funcionamento de todas as atividades dos próximos tempos.

Manual gota-a-gota, vale a pena esperar

Nos próximos dias O GRG irá divulgar a totalidade das páginas da publicação e na JUDO Magazine tentaremos acompanhar essa operação “Manual gota-a-gota” reforçando a mensagem e as propostas de ação.

Mas desde já uma nota: a produção coletiva de um manual pela secção constitui um passo gigantesco no percurso da instalação de processos de comunicação colaborativa na organização, ou seja, a sistematização das experiências e a sua organização em dinâmicas de inteligência coletiva (co-produção) constitui um autêntico passaporte para o desenvolvimento e a inovação social a curto, médio e longo prazo.

© Foto: capa do manual do GRGonçalvinhense

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *