INTERNACIONAL | O estranho silêncio sobre Navid Afkari

JM | 18 de setembro de 2020 | Um jovem atleta olímpico que é barbaramente executado em Teerão e que declara alto e bom som a sua inocência obtém como reação um silêncio ensurdecedor da parte daqueles que tanto enaltecem o espírito olímpico e os valores da justiça e da solidariedade.

Nem uma palavra. Nem antes, nem depois. E Navid Afkari, um jovem lutador iraniano, foi executado pelo regime islâmico no Irão no dia 12 de setembro, apesar da ampla pressão internacional e local.

Acusações forjadas

Navid foi executado sob acusações forjadas de assassinato devido ao seu envolvimento nos protestos antigovernamentais de 2018. Muitos outros jovens foram condenados a longas penas de prisão ou estão no corredor da morte por ter participado nessas manifestações.
Numa mensagem gravada antes de sua execução, Afkari afirma que foi torturado e que

não há o menor indício de minha culpa. Mas eles não querem nos ouvir. Percebi que eles estão apenas procurando um pescoço para enfiar a corda.

Iniciativas e exigências

Neste momento correm em vários países do mundo petições e iniciativas junto dos governos, embaixadas e organizações internacionais para exigir:

  • a condenação inequívoca da execução de Navid Afkari
  • o boicote politico ao regime iraniano e proibindo funcionários do regime de utilizarem arenas internacionais e realizarem viagens.
  • a expulsão da República Islâmica do Irão de eventos desportivos internacionais
  • a exigência do fim das execuções e a libertação de todos os presos políticos

Fonte Maryam N. © photo

Imagens do enterro, apesar da proibição pela polícia de serem levados telemóveis para o funeral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *