PROVAS |Senti -me abençoada por voltar a competir

JM | 27 setembro 2020 | Entrevista a Taciana Lima César por ocasião da conquista de medalha de ouro na Taça KK 2020.

A Taça Internacional Kiyoshi Kobayashi ao ter acolhido, na sua edição 2020, atletas de várias nacionalidades tornou ainda mais empolgante a homenagem ao grande influenciador do judo nacional que foi o japonês do mesmo nome. Desta forma foram as saudações de eterna gratidão do universo judoca português, mas também do resto do mundo, que ecoaram de Cernache em sintonia com a memória de Kiyoshi Kobayashi.

Entre os participantes destas origens remotas esteve Taciana Lima César. Atleta da Guiné-Bissau que acabou por vencer a sua categoria de peso -52kg numa prova muito disputada.

Taciana adiantou à JUDO Magazine que “a minha categoria tinha meninas fortes, eu fiz 3 combates. A meia final foi disputada com uma espanhola, uma atleta contra a qual eu nunca tinha lutado, tratando-se por isso de uma situação nova. A final com a atleta portuguesa Joana Diogo este ano correu bem para mim.  Eu tinha perdido com ela na final do ano passado”.

Quanto à prova no seu conjunto a atleta que o Comité Olímpico do seu país muito valoriza adiantou “A competição foi de um nível competitivo bem alto e a organização da competição está de parabéns. Atendendo ao momento que estamos a viver, em momento algum eu senti qualquer insegurança que fosse. Correu tudo muito bem e estava tudo bem programado e bem organizado”

Para concluir Taciana comentou “Eu fiquei muito feliz pelo meu resultado e senti -me muito abençoada por voltar a competir, sendo que meses atrás nem judo podíamos fazer”.

Pódio da Categoria -52 kg

1º Taciana LIMA (GBS)
2º Joana DIOGO (POR)
3º Nathália BRÍGIDA (BRA)
3º Djamila SILVA (SLB)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *