CLUBES | Uke de baixo custo junta Aveiro e Viseu

JUDO MAGAZINE | 7 de novembro 2020 | CLUBES | A cooperação pode ser a resposta para alguns dos problemas que muitos clubes estão a enfrentar em consequência das limitações na prática da modalidade derivadas das restrições no contato físico que a pandemia de COVID-19 está a impor.

Nuno Vieira da 4Judo e Bruno Figueiredo do Judo Clube de Viseu deram o exemplo. Partilhar, partilhar, partilhar. Pode parecer óbvio, mas não é. Cada clube tem o seu projeto e a tradição do cada um que trate de si influencia fortemente os comportamentos, também no judo. Mas os desafios são grandes e as soluções baseadas na criatividade e no engenho são determinantes para que a vida nos tatamis continue.

Nuno Vieira e Bruno Figueiredo fornecem aqui as bases de uma parceria que assentou na vontade de ajudar e na humildade de pedir apoio e colaboração.

por Bruno Figueiredo e Nuno Vieira

Testemunho a duas mãos

“No contexto da pandemia do COVID-19 e do regresso aos treinos presenciais com o máximo de cuidado, mantendo o distanciamento social estabelecido pela DGS, Nuno Vieira, coordenador do projeto 4JUDO, de Aveiro, sentiu que os judocas mais novos pareciam travar uma luta contra a monotonia, já que esta modalidade prima por um contacto direto com o seu oponente.

De forma a estimular os atletas e a criar atividades lúdicas mais apelativas, que os ajudassem na execução dos movimentos de Judo, Nuno Vieira teve a iniciativa de construir um uke a baixo custo, contrariando as tendências dispendiosas do mercado. Assim, fazendo uso de materiais económicos, tais como, rolos de espuma utilizados nas atividades aquáticas, bolas de esferovite, fita-cola e fita isoladora, o coordenador do projeto 4JUDO criou simpáticos companheiros de Judo improvisados, tentando colmatar a falta de contacto entre os atletas.

Em prol dos jovens judocas

Recentemente, Bruno Figueiredo, Presidente da Direção do Judo Clube de Viseu, mostrou humildade e interesse em perceber como poderia construir um uke semelhante, para capacitar os seus atletas da mesma ferramenta. Assim, promovendo um clima de partilha em prol dos jovens Judocas, os dois clubes uniram-se de corpo e alma. Para tal, Nuno Vieira criou um vídeo, em que exemplificava, passo a passo, a técnica de construção destes pequenos ukes.

Deste modo, também o clube viseense passou a utilizar estes bonecos para adequar a modalidade a esta nova realidade, tendo sido de imediato um sucesso o impacto que conseguiu causar nas crianças. Em tempos de tantas incertezas, a forma certa de ultrapassar os obstáculos é em conjunto com os nossos pares e sempre em prol dum objetivo comum.

Espírito de cooperação

Mais uma vez, comprovamos que a vontade de ajudar as crianças, num espírito aceso de cooperação, une os Judocas de Norte a Sul do país, que deixam de lado clubismos para viver esta modalidade num espírito de amizade plena e entreajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *