IG VESTE O JUDOGI |Não podemos ficar onde estamos

JUDO MAGAZINE | 30 de novembro 2020 | A IG veste o judogi | Igualdade de género no judo | FIJ

A Federação Internacional de Judo, pela mão de Lisa Allan, da Comissão para a Igualdade de Género daquele organismo internacional, enviou à JUDO Magazine uma declaração sobre o tema na qual afirma a importância desta área de desenvolvimento da modalidade para uma sociedade sustentável e responsável com a qual sonhamos para as nossas futuras gerações de judocas.

declaração da FIJ por Lisa Allan

O judo é um esporte de combate olímpico que respeita e promove continuamente a igualdade de género em todos os seus aspectos.

A Federação Internacional de Judo em cooperação com suas Uniões Continentais e Federações Nacionais (NJFs), procurará implementar atividades, performances e políticas de igualdade de género.

Uma das nossas principais prioridades é empoderar mulheres e raparigas no judo e na sociedade. Devemos dar às mais mulheres jovens uma voz mais forte. Precisamos de líderes e de modelos de comportamento, mas também de mentores que são essenciais. As federações nacionais têm um grande papel a desempenhar.

Devemos criar comunidades seguras e respeitosas para todos os nossos judocas. Não podemos ficar onde estamos, devemos evoluir e reinventar-nos, mas o mais importante é sempre permanecermos fiéis às nossas raízes para contribuir para uma sociedade sustentável e responsável com a qual sonhamos para as nossas futuras gerações de judocas.

!º Campeonato do Mundo Feminino – 1980 – Nova York

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *