Doha 2021 | Dois quintos lugares marcam um bom desempenho das atletas lusas

JUDO MAGAZINE | 11 de janeiro 2021 | Doha 2021 – Judo Masters

Um balanço positivo para o judo português nesta primeira jornada do Masters do Qatar com dois quintos lugares, em -48kg e -57kg e um bom desempenho na categoria de -52kg.

Catarina Costa e Telma Monteiro ficaram à beira do pódio com quintos lugares de grande mérito e Joana Ramos foi afastada pela atual nº1 mundial e também vencedora do torneio, Amandine Buchard.

Catarina Costa

Na fase final das eliminatórias Catarina Costa, depois de um percurso de enorme combatividade e capacidade tática, perdeu com uma Krasniqi imperial e dominadora apesar da atleta coninbricense não se ter deixado controlar até ao momento do wazari imposto pela sua opositora, que chegou a ser anunciado como Ippon. Catarina mostrou até um excelente trabalho defensivo no solo contra a kosovar situação que não conseguiu repetir contra a número 2 do ranking mundial, Daria Bilodid que terminou no 3º lugar. Vitórias da atleta da Académica de Coimbra sobre duas grandes competidoras a mongol Ganbaatar e a espanhola Julia Figueroa que é quarta classificada no ranking mundial.

Catarina Costa contra Krasniqi

Joana Ramos

Joana Ramos no confronto com Amandine Buchard procurou de forma combativa evitar a pega forte da gaulesa mas acabou por ceder no segundo minuto do combate que terminou com a atleta portuguesa imobilizada. A judoca francesa viria a vencer a prova numa final na qual derrotou a japonesa Shishime. De registar a vitória de Joana Ramos sobre a britânica Chelsie Giles, numa atitude de grande vontade de vencer, não se deixando diminuir pelas duas penalizações que registava na altura da vitória.

Joana ramos contra Buchard

Telma Monteiro

Telma Monteiro ambicionava fortemente por uma presença no pódio e lutou por isso mesmo. Fez um percurso seguro e combativo tendo derrotado a austríaca Sabrina Filzmoser e a tunisina Khelifi nos combates iniciais. Derrotada por Cysique na reta final das eliminatórias deu um sinal inequívoco ao vencer com grande lucidez a atleta de Taipé Lien-Chen-Ling no acesso à disputa do bronze. Contra Gjakova, do Kosovo, chegámos a admitir que uma chave ao solo, depois de um ataque muito rápido, iria resolver a situação em favor da atleta do Sport Lisboa e Benfica. Tal não aconteceu e Telma, num Golden Score já muito adiantado, cedeu perante a atleta dos Balcãs.

Telma Monteiro contra Gjakova – disputa do bronze

Uma jornada positiva das três atletas portuguesas e o mérito de dois 5ºs lugares a ser registado numa prova muito disputada e muito exigente.

Vídeos @ IJF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *