ALMA JUDOCA | Da Caparica ao Rio, os montes e vales que o Célio subiu e desceu

JUDO MAGAZINE | 3 de fevereiro 2021 | ALMA JUDOCA | Célio Dias

Depois dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro Célio Dias teve, nas suas próprias palavras, um surto psicótico e perdeu contacto com a realidade tendo começado a “produzir pensamentos irreais”. Em entrevistas diversas a jornais e revistas o judoca que nasceu em Almada e cresceu no bairro social do Monte Caparica realizou um auto-diagnóstico de um percurso que o levou aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

Célio Dias

São os montes e vales percorridos que o Célio pretende partilhar na esfera pública para desocultar o tema sempre delicado das doenças mentais e da sua relação com a prática desportiva. Sim porque o atleta olímpico que foi enquadrado na equipa da Turma dos Judokinhas.

É já no próximo dia 6 de fevereiro às 16h00 que a Turma dos Judokinhas vai organizar uma Conversa sobre Paradigma da Superação, uma sessão online na plataforma ZOOM que o clube sintrense apresenta nos seguintes termos: o judoca olímpico traz-nos um testemunho cru e verdadeiro na primeira pessoa sobre a sua carreira desportiva e vida pessoal.

IPDJ divulga

Por sua vez o IPDJ mobilizando informações do Comité Olímpico de Portugal divulga a iniciativa e apresenta o atleta com as seguintes referências: completou a sua formação académica obrigatória na Escola Básica 2/3 do Monte da Caparica, tendo recebido uma bolsa de estudos para completar o ensino secundário no Colégio São João de Brito. Estudou Psicologia no ISCTE. Para além da carreira desportiva, o atleta também teve formação com o escritor Pedro Chagas Freitas num Curso de Escrita Criativa, exercendo também atividades de modelo, keynote speaker e blogger.Uma história de vida e de carreira profissional, a não perder, no próximo dia 6 de fevereiro, sábado às 16h00″.

Fotos @ Comité Olímpico de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *