LOCAL | Iniciativas de cooperação distrital mostram um judo solidário

JUDO MAGAZINE | 5 de fevereiro 2021 | LOCAL | Judo online Porto-Aveiro

Quanto mais as dificuldades apertam o cerco à modalidade mais os seus protagonistas e responsáveis revelam criatividade e capacidade de encontrar soluções.

Confirmando as experiências que desde março passado estão no terreno para que o judo não pare e os judocas continuem em ação, as associações distritais de judo do Porto e de Aveiro juntaram forças para proporcionar aos clubes dos dois distritos abordagens sistematizadas sobre a organização de treinos através de plataformas digitais.

Experiências locais

Nuno Vieira da ADJA, associação de Aveiro, tem vindo a divulgar junto dos seus pares iniciativas de grande valor para os treinadores locais, recordemos a atividade artesanal de produção de ukes que na JUDO Magazine valorizámos e destacámos como exemplo a seguir.

Fernando Alves, do Porto, um combatente de longa data pela dinamização local da modalidade, na fase inicial do combate à pandemia no início do ano passado tomou desde logo a iniciativa junto dos seus atletas e assumiu que o judo teria que organizar-se de forma diferente. Como nos relatou “na altura tive que contactar mais de setenta praticantes e avançar com novas soluções. Para interagir com os pais foram dezenas de telefonemas que muitas vezes não se limitavam a abordar assuntos do judo. Foi uma grande experiência ter começado a pensar no judo muito para além do tapete.

Cooperação entre associações

Aqui estão dois treinadores com elevado espírito de iniciativa. No dia 7 irão partilhar a sua experiência nestes domínios que não constam na formação técnica para o judo no tatami.

Duas associações distritais que cooperam em benefício dos seus treinadores e atletas, um excelente sinal e um exemplo a seguir.

foto © cartaz adja-addp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *