CLUBES | A adolescência e o judo, como gerir as relações e a comunicação

JUDO MAGAZINE | 24 de fevereiro 2021 | Iniciativas dos clubes

Quando as tensões aumentam e que é fácil verificar que a situação se vai complicar há duas atitudes: ou esperar que o turbilhão passe ou agir no contexto imprevisto e inseguro da realidade existente e fazer tudo para que globalmente surjam vantagens para todos apesar dos processos serem experimentais.

Vem isto a propósito das iniciativas estruturantes da reflexão-ação e da abordagem de temas que todos sentem que são complexos e até exigentes. mas que normalmente não há tempo para os abordar e desenvolver. Neste plano a Turma dos Judokinhas pegou numa área temática essencial para um clube de judo, que consiste em ter referências seguras sobre a gestão das situações relacionadas com a adolescência., e avançou com a organização de um encontro de trabalho e de reflexão.

O equilíbrio

O webinar do próximo dia 27 vai ter duas especialistas a lançar os pontos de partida de um debate que se deseja útil para os clubes, treinadores e todos aqueles que se envolvem no apoio e enquadramento aos mais jovens na modalidade.

Isabel Duarte, Ph.D., Psicóloga Clínica, Psicoterapeuta, adiantou-nos sobre o tema o seguinte:

“A gestão da adolescência na pandemia, na minha opinião, passa por um bom equilíbrio corpo mente, onde as rotinas são fundamentais, assim como o bom funcionamento da dinâmica familiar.

A adolescência é um período do desenvolvimento durante o qual ocorrem importantes transformações físicas e psíquicas, o que decorrem mesmo com uma pandemia, acrescendo as dificuldades trazidas pelo confinamento.

O isolamento,  a ausência de relação com os pares pode ser preocupante,  algo que considero ser importante estar atento do ponto de vista psicológico e que se liga à importância do equilíbrio familiar.

Importância da atividade física

A atividade física é fundamental para todas as idades, mas para os adolescentes que estão a crescer e a desenvolver se fisicamente o corpo é uma fonte de prazer e de bem estar. A prática de judo na minha leitura de mãe de judoca e de psicóloga é que este desporto permite uma maior consciência do corpo e o trabalho de valores e de princípios que passam pelo respeito pelo próprio e pelo Outro que são essenciais para a vida.

Por sua vez Inês Vigário, Licenciada em Psicologia e mestre em Psicologia do Desporto; psicóloga do desporto em contexto de formação e alto rendimento; formadora. também fará a animação deste debate online, referiu que:
Quando se fala na adolescência  surgem mais provavelmente alguns assuntos como os que passo a identificar e que, acredito, poderão ser falados no sábado: 

Temas a aprofundar

  • O ser uma fase de profundas transformações nos jovens, ao nível físico e psicológico. O referido gera muitas vezes dificuldades de adaptação quer para jovens, quer para pais. Os jovens percebem-se a transformar sem controlo sobre isso, sendo que essas transformações poderão ser aceites ou não e gerar maior ou menor bem-estar; e os pais tendem a relatar dificuldades em chegar ao jovem e em comunicar de forma efetiva.
  • No caso dos jovens que são atletas, a preocupação em consertar de forma devida e eficaz o projeto académico e desportivo. As adolescentes tendem a ter comportamentos mais facilitadores comparativamente aos adolescentes, e tendem a ser melhor sucedidas. Por exemplo, as adolescentes tendem a ser mais organizadas em aula, nos estudos, tendem a gerir melhor o tempo e as tarefas, o que favorece um melhor desempenho escolar e desportivo. Os adolescentes tendem a reprovar mais e a ser menos organizados e disciplinados, sobretudo nas questões escolares. Tendem a dar prioridade ao desempenho físico e aos resultados competitivos. 
  • Focando o tema do confinamento, a preocupação dos pais gerirem devidamente a relação e comunicação com os filhos adolescentes. Estão neste momento, muito mais próximos e muito mais tempo com os filhos durante o dia que outrora. E alguns dizem não estar a lidar convenientemente com a situação. 

E aqui temos um bom painel temático para o Webinar de sábado 27 no qual procuraremos dar o nosso contributo de “facilitação” para tornar útil a reflexão que certamente será produzida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *