JUDOLAB| Resultados preliminares do Inquérito JM aos clubes de judo

JUDO MAGAZINE | 14 de março 2021 | Resultados do Inquérito Judo magazine aos clubes de judo

Inquérito Judo Magazine – Os clubes de judo e os desafios da pandemia de COVID-19

Divulgamos os resultados preliminares do INQUÉRITO JM aos clubes, sem análise e sem comentários, apenas para fornecer aos protagonistas da modalidade elementos para reflexão e avaliação.

Um Relatório será elaborado e enviado aos clubes assim como às restantes instituições do Judo e do Desporto.

Nos próximos dias serão levadas a efeito iniciativas de debate e de aprofundamento desta informação preliminar. Desde já todos os comentários serão bem-vindos para divulgação junto dos interessados.

A apresentação do inquérito

Introdução ao questionário e apresentação do Inquérito.

Inquérito aos clubes de Judo sobre as condições do seu funcionamento na situação de pandemia COVID-19 e ainda sobre as iniciativas que estão a ser desenvolvidas para enfrentar a situação adversa existente.
O objetivo do Inquérito radica principalmente na identificação de boas práticas, sendo intenção da Judo Magazine, divulgá-las publicamente e fazê-las chegar às instituições do judo e do desporto nacional. A ideia-força consiste em apresentar dados de forma organizada que atestem a RESILIÊNCIA E A CAPACIDADE DE ADAPTAÇÃO da modalidade.
Para efeitos de comunicação-divulgação da informação recolhida serão respeitadas todas as regras de confidencialidade que os estudos sociológicos estabelecem. Colocando-se a questão da divulgação de elementos específicos e peculiares, será solicitada autorização para publicar as informações em causa.Admite-se no entanto, implicitamente, a divulgação pública das BOAS-PRÁTICAS como autorizadas.

Sobre as Boas Práticas sugere-se a indicação de links, nas respostas fornecidas no questionário ou o seu envio posterior por mail com elementos complementares que valorizem as experiências em apreço“.

Resultados, informação não comentada

I – ELEMENTOS TÉCNICOS 

UNIVERSO  

O universo considerado para efeitos do inquérito foram os clubes inscritos na Federação Portuguesa de Judo que somam, se tivermos por base o registo no site da federação, 260 clubes. 

O inquérito teve por universo os clubes de judo do Continente e das Regiões Autónomas 

AMOSTRA  

Os dados obtidos tiveram por origem clubes das associações de: 

Viana do Castelo | Porto |Aveiro | Leiria | Lisboa | Setúbal | Algarve |  R A Açores 

Não participaram nesta informação clubes das associações de: 

Viseu | Castelo Branco | Coimbra | Beja | Portalegre | Santarém e RA Madeira 

Considerando as respostas obtidas a amostra representa 24% do universo considerado. 

INTERPRETAÇÃO 

O inquérito não tinha por finalidade colher informação para realizar de forma sistemática uma avaliação ou estado da arte global da modalidade. O seu propósito fundamental consistiu em obter informações sobre os recursos disponíveis para desenvolver estratégias de resistência e facilitar a implementação de soluções, numa base partilhada e tendo em conta boas práticas replicáveis. 

II – RESULTADOS

Adaptação

Na primeira fase (março-dez 2020) quais foram as iniciativas que o clube concretizou para adaptar as suas atividades correntes à situação adversa da pandemia?

Conteúdo do Outras

  • Concursos de fotografia, desenho e de trabalhos manuais (construção do uke)
  • Whorkshop de culinária com pais e alunos
  • Fichas e Questionários sobre Judo / diferenciados para os vários escalões etárias. (Aprender Judo em casa)
  • Envio de actividades várias para o grupo de WhatsApp
  • Reuniões semanais por videoconferência com judocas e familiares
  • Envio de actividades lúdicas por email para os mais novos
  • Envio de vídeos próprios
  • Webinars , recurso a APP do Clube
  • Videos publicados nas redes sociais
  • Suspendemos os treinos e enviamos por Email alguns exercícios para fazerem semana sim semana não
  • Aulas de Judo teóricas no Formato E-Learning

Atividades exteriores

Na primeira fase da pandemia (março-dez 2020) quais foram as atividades exteriores ao clube nas quais este teve participação?

Conteúdo do Outras

  • Webinares , atividades desenvolvidas em parceria com IPDJ ( Dia mundial da Juventude, DiaEuropeu do Desporto Escolar )
  • Semana Europeia do Desporto
  • Voluntariado e cooperação com associações
  • Ação de Sensibilização “Desconfinar jovem – A tua causa”
  • Dia do Associativismo – “Praticar desporto em segurança”
  • Ação de Sensibilização Dia Internacional da Juventude – “Em 2020, o compromisso dos jovens é com o planeta”

Atividade

Numa estimativa genérica a atividade realizada neste período da pandemia, comparando com os anos anteriores, foi:

Investimentos

Para realizar as atividades neste ciclo inicial da pandemia que investimentos tiveram que ser realizados no clube?

Conteúdo do Outras

Suporte técnico para treinos online

Recursos humanos

Foram registadas alterações nos Recursos Humanos (RH) do clube (treinadores, assistentes, pessoal administrativo)?

As receitas do clube para fazer face aos seus custos correntes tiveram alguma evolução neste período (março – dez 2020)?

Iniciativas futuras

Quais são as iniciativas que estão previstas para esta nova fase da pandemia e para o ano 2021?

  • Manter as atividades anteriores
  • Promover provas online, predominantemente de JudoFIT, com clubes parceiros
  • Competição em formato Quizz (testar conhecimentos teóricos), ensinar a brincar
  • Utilização de uma outra estrutura desportiva ao ar livreNC
  • Edição de conteúdos didáticos para disponibilizar online
  • Acrescentando outros materiais para os atletas mais crescidos / Treino Tandoku-Renshunao
  • Novos Projetos com o objetivo de potencial as parcerias locais
  • Treinos On-line, vídeos de apoio de treinos.

Apoio aos clubes

Que medidas de apoio aos clubes poderiam ser realizadas para que o importante papel que desempenham na saúde pública se mantenha e até aumente nos próximos tempos?

  • As associações distritais, nomeadamente aquela em que nos inserimos, deviam ter um papel de apoio na revalidação de atletas e na aquisição de material.
  • Medidas de apoio financeiro, em especial aos treinadores, aqueles que vivem da modalidade devem ser apoiados, pois houve uma redução elevadíssima de receitas nos clubes. Sem treinadores os clubes não conseguem avançar.
  • Basta deixarem os clubes funcionar. As medidas necessárias para prevenir o contágio já as temos (0 casos de Covid 19 no clube). O incentivo á prática desportiva já promovemos, e era deixar os clubes iram a instituições públicas e privadas passar essa mensagem.
  • Apoio financeiro
  • Cremos que, após a estabilização, necessitamos todos de apoio na divulgação da modalidade, dando-lhe mais visibilidade, com diversos tipos de atividade.
  • Apoio do pagamento de despesas fixas: renda, eletricidade, água, gás e limpeza. Apoio no pagamento de Recursos Humanos.
  • Materiais para esse efeito
  • Compilação de boas práticas, sendo fundamental que as associações distritais e a FPJ sejam os dinamizadores desta iniciativa a nível nacional. Formações sobre novas tecnologias para os treinadores realizarem iniciativas online.
  • É fundamental que o governo acorde para a importância do desporto e da actividade física para a saude física e mental do indivíduo.
  • Criar campanhas publicitárias mostrando essa necessidade.
  • Mas a um nível mais profundo as modalidades desportivas deveriam ser integradas nas escolas.
  • Olhar para os emirados e ver como foi possível implementar o jujitsu em todas as escolas do pais por exemplo.
  • Já não peço que deva ser implementado o judo em todas as escolas do pais. Mas por agrupamento ou por escola uma determinada modalidade podia ser muito positivo para o desporto nacional.
  • 1º – Apoio financeiro a fundo perdido para fazer face a encargos fixos que estavam estabelecidos antes da pandemia
  • 2º – Ser autorizado aos clubes promoverem as suas atividades presenciais com todas as normas estabelecidas pela DGS
  • 3º – Promover estágios para Juvenis com todas as medidas que estão a ser adoptadas para os seniores, juniores e cadetes.
  • 4- – Realização de Campeonato Nacional de Juvenis 2021 é crucial para manter a motivação dos escalões mais jovens
  • O maior problema dos clubes quando são obrigados a suspender a sua actividade é o da diminuição da receita e a necessidade de continuarem a cumprir os seus compromissos, pelo que a ajuda principal que os clubes podem obter é a ajuda financeira para o cumprimento das suas obrigações financeiras quotidianas.
  • Que permitissem a continuidade do seu trabalho na comunidade, i.e , apoio financeiro para os recursos materiais, humanos, nas respostas das associações e federações ao clubes, na articulação e comunicação com o IPDJ
  • Mais apoios monetários para haver um maior investimento no clube
  • Desbloqueio de verbas para testes rápidos COVID19 aos atletas e treinadores.
  • Apoios financeiros/formação
  • Criação de centro de apoio para testes rápidos para os atletas fazerem semanalmente o seu teste covid19 (para o atleta poder treinar e competir de forma normal e segura)
  • Apoio financeiro para melhorar a prestação técnica dos treinadores, tendo em conta a situação pandémica actual bem como fazer face às despesas com material diverso de segurança sanitária, uma forte campanha publicitária a nível Nacional para angariar praticantes para a modalidade e prática física em geral.
  • Apoio financeiro para conseguir suportar as despesas com a equipa técnica, caso contrário terão as mesmas que ser diminuídas, uma forte e apelativa campanha publicitária para angariar novos e actuais praticantes
  • Independentemente das ações já postas em prática pelo clube para evitar possíveis contágios (desinfeção das mãos, treinos sem contacto físico) era fundamental que as autarquias, pudessem fazer a desinfeção por aerossol das instalações a cada sessão de treino.

AGRDECIMENTOS 

Para poder divulgar informação que poderá ter alguma utilidade para o judo, foi necessário contar com o apoio na divulgação e no preenchimento dos questionários de responsáveis de associações e de dirigentes e técnicos de clubes que tiveram a amabilidade de dedicar algum do seu precioso tempo para contribuir para este Inquérito JM. 

Os nossos sinceros agradecimentos. 

Carlos Ribeiro | Coordenador Editorial

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *