Cartão Branco valoriza a dimensão formativa, pedagógica e cívica do desporto

JUDO MAGAZINE | 4 de abril 2021

A Mafalda é uma das protagonistas da campanha relacionada com o Cartão Branco que o Judo Clube da Marinha Grande está a dinamizar. Algumas situações de utilização por parte de árbitros deste novo instrumento da ética desportiva são conhecidas e recentemente a atribuição de prémios a desportistas e dirigentes do futebol reforçaram a sua notoriedade.

No judo, o clube da Marinha Grande que é pioneiro em diversas áreas do desporto ético e inclusivo está a promover o Cartão Branco com jovens judocas como indica o CJMG ” O Cartão Branco, iniciativa do Plano Nacional da Ética no Desporto é um recurso pedagógico que pretende identificar, reconhecer e valorizar condutas eticamente relevantes no âmbito do desporto por praticantes, treinadores, dirigentes, público e outros agentes desportivos.
A campanha deste ano da “White Card”, pretende associar o “cartão branco” a uma história de relevância.
A história do Judo Clube da Marinha Grande que integrou o movimento “Cartão Branco | Fair Play”, neste mês de abril de 2021, pretende através da educação desportiva potenciar o valor formativo, pedagógico e cívico do desporto.
A Mafalda associou ao “Cartão Branco | Fair Play” a palavra Alegria “.

Saber mais sobre o Cartão Branco


• O que é o Cartão Branco?
É um recurso pedagógico que visa reconhecer e destacar comportamentos eticamente
relevantes na prática desportiva.
Trata-se de um medida pioneira em Portugal e no estrangeiro pois este cartão está a ser
aplicado em quase todas as modalidades desportivas”.


• Quem promove o Cartão Branco?
O PNED-Plano Nacional de Ética no Desporto, em parceria com a CAJAP e a Coca Cola.


• Só há um modelo de Cartão Branco?
Sim. É o PNED que disponibiliza o Cartão Branco.


• Porque é importante o Cartão Branco?
O Cartão Branco pode contribuir para a diminuição de ocorrências disciplinares, pode
ajudar a reduzir a existência de ambientes desportivos desfavoráveis, pode contribuir
para valorizar o papel do árbitro/juiz (não é só alguém que penaliza, como também o
que elogia), etc


• Quem pode aderir ao Cartão Branco?
Qualquer entidade que promova atividades desportivas (por exemplo, federações,
clubes, municípios, associações sem fins lucrativos e outras)

• Um clube ou associação que está enquadrada, por exemplo, por uma Associação de
Futebol que já tenha feito adesão ao Cartão Branco, precisa também de formalizar a
referida adesão?
Não.
Com esse enquadramento, pode usar o Cartão Branco, bastando entrar em contacto
com a respetiva entidade, para conhecimento das práticas que devem ser adotadas.


• A quem se destina o Cartão Branco?
Praticantes, dirigentes, equipa técnica e médica, público…
O Cartão Branco pode ser exibido, tanto a nível individual (por exemplo, a uma atleta),
como ao coletivo (por ex. equipa, espetadores)


• Quem mostra o Cartão Branco?
O árbitro/juiz/mesa


• Pode ser aplicado numa modalidade qualquer?
Sim (no caso das federações, desde que esteja de acordo com os respetivos
regulamentos específicos).


• E se uma modalidade nunca aplicar cartões? Neste caso, justifica-se aderir ao Cartão
Branco?
Sim.
Pode ser aplicado, já que o Cartão Branco visa distinguir um ato de fair play, seja
qualquer for a modalidade.

• Há número limite de apresentação do Cartão Branco?
Não.


• Há escalões/categorias privilegiadas para a exibição?
A exibição junto dos escalões de formação é especialmente importante para o reforço
de competências, a nível do desenvolvimento pessoal e social, contribuindo para a
assimilação e difusão de valores.
No entanto, o Cartão Branco pode ser mostrado em qualquer escalão/categoria, já que
constitui também um estímulo para os próprios, mas também uma referência para os
restantes envolvidos na modalidade.


• O Cartão Branco pode ser objeto de menção no regulamento de uma Federação?
Sim.
Esta medida representa uma boa prática da Federação, ilustrativa do seu inequívoco
interesse, motivação e determinação em fomentar o fair play.


• Como se adere ao Cartão Branco?
Apresentando uma manifestação de interesse, endereçada ao Coordenador do PNED
(disponível na área Documentos, designada por “Manifestação de Interesse”, no site
do PNED)


• Quando pode o PNED disponibilizar o Cartão Branco?
O PNED disponibilizará o Cartão Branco o mais brevemente possível, após a receção da
manifestação de interesse e sua análise.

• A adesão ao Cartão é formalizada?
Sim, mediante a assinatura de um memorando, a estabelecer entre a entidade e o
PNED, na Cerimónia do Cartão Branco, a realizar anualmente


• O Cartão Branco só pode ser exibido após a assinatura do memorando?
Não. Tratando-se de uma boa prática, o Cartão Branco pode passar a ser aplicado
assim que o PNED o disponibilizar.
• Exemplos de situações merecedoras da apresentação do Cartão Branco?
o Um/a jogador/a ajuda o adversário quando este necessita de ajuda;
o Um/a espetador/a apoia de forma positiva e com fair play ambas as equipas.
o Um/a treinador/a incentiva os seus atletas a ajudar os adversários sempre que
necessitem
O PNED disponibiliza uma listagem com exemplos de comportamentos passíveis dedo Cartão
Branco, num formulário para preenchimento pelo árbitro/juiz, no final do jogo (disponível na
área Documento, designado por “Registo Interno Cartão Branco”). Este documento é para uso
interno, de cada entidade.

• Já fizemos a adesão…e agora?
É importante traçar medidas para promover o Cartão Branco junto da sua comunidade
desportiva (site, cartazes, ações de sensibilização, etc), assim como o divulgar (por
exemplo, se o Cartão Branco é exibido a um atleta, deve-se dar visibilidade a essa
ocorrência, por exemplo, até junto da comunicação social da região).
Por isso, deve existir um plano interno, para proceder à divulgação e promoção dos
atos relevantes que o mesmo distingue.


• É importante criar incentivos na sequência da exibição do Cartão Branco?
Sim.
Criar incentivos é uma forma da entidade mostrar que valoriza comportamentos éticos
e que a exibição do Cartão Branco pode contribuir para que mais ocorram.
• Qual a importância das entidades registarem o número de exibições do Cartão
Branco?
Esta medida é muito importante para as entidades poderem ter indicadores da sua
exibição e para o próprio PNED conhecer o impacto da sua aplicação.
O PNED disponibiliza um documento para as entidades registarem o número de
exibições do Cartão Branco, por época desportiva (disponível na área “Documentos”,
designado por “Cartão Branco Compilação Periódica”)

• Onde posso encontrar documentos relacionados com o Cartão Branco?
Existe um campo “Documentos”, no final da página do site do PNED, onde podem ser
encontrados documentos úteis para as entidades aderentes

Exemplo: O documento “Normas” disponibiliza alguns referenciais importantes, em termos de
compromisso, regras, e ainda, exemplos de comportamentos passíveis de exibição do Cartão
Branco. Destina-se a ser adaptado por cada entidade, para uso interno.


• Onde se podem tirar outras dúvidas?
Junto do PNED (endereçar um e-mail para jose.lima@pned.pt

Fonte Site do PNED

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *