ZAGREB | Os dados estão lançados

JUDO MAGAZINE | Zagreb European Open 2021

Manuel Rodrigues e Raquel Brito estão concentrados numa prova que assume grande importância para ambos, assim como para todos e todas as atletas da comitiva nacional. Conseguiram ainda assim, antes do sorteio, dirigir umas palavras à JM dando nota da sua preparação e expectativas.. Por sua vez o sorteio de Zagreb revelou os primeiros adversários dos judocas da seleção.

Manuel Rodrigues

Sobre as condições de realização da prova, Manuel Rodrigues que participou no Europeu de Lisboa e contactou na ocasião com o rigor da aplicação do Protocolo da FIJ tranquilizou quem duvidasse da persistência dos órgãos federativos internacionais e adiantou-nos “Já foi encontrado um bom método para manter a segurança sanitária que penso que está a ser utilizado em todas as provas internacionais.Agora e só cumprir com o protocolo que no caso desta prova está a ser cumprido à risca“.

Sobre a parte mais competitiva do Open de Zagreb o atleta do Judo Clube do Pragal confessou estar em boa forma e realizou um balanço positivo da fase de preparação “Em relação à prova sinto-me bastante bem, fiz uma boa preparação graças ao meu clube Judo Clube Pragal e a federação portuguesa de judo que agradeço imenso“.

Raquel Brito

Não podíamos regressar à Croácia neste abril de 2021 sem obter umas declarações da terceira pérola de Porec, Raquel Brito. A atleta do Sport Algés e Dafundo que compete em -48kg e conquistou aqui na Croácia, em novembro passado, a medalha de bronze adiantou-nos sobre a sua preparação “Temos tido estágios da seleção todos os fins de semana nos quais podemos treinar com alguns dos melhores atletas de Portugal e não só. Durante a semana faço o trabalho complementar e sinto-me preparada para dar o meu melhor”.

Quanto ao estado de espírito da jovem atleta que ainda pertence ao escalão júnior obtivemos da nossa interlocutora afirmações positivas tais como “É verdade que já não compito há muito tempo, então voltar a competir, deixa-me bastante feliz. É claro que na minha cabeça um dos objetivos é sempre as medalhas, mas prefiro me focar combate a combate, dar o meu melhor

Para Raquel Brito “Zagreb é um primeiro passo nesta entrada no escalão de seniores, estou a começar a ganhar experiência para futuramente estar a lutar em palcos maiores“, concluiu a judoca algesina que nos confessou que a sua preocupação principal neste momento é estar concentrada na prova.

Quanto aos adversários e adversárias de amanhã os portugueses irão enfrentar no caso de Raquel Brito a belga E. Salens, Teresa Santos a espanhola Ballesteros Gonzalez, Joana Diogo a vencedora de um primeiro combate entre Rexhepi da Macedónia do Norte e Hayun de Israel, Wilsa Gomes a italiana Pierucci, André Diogo o ucraniano Marandian e João Fernando o vencedor da primeira eliminatória entre o italiano Rubeca e o espanhol Gavilan Lorenzo.

Sorteio de Zagreb

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *