BUDAPESTE | Fonseca, uma execução técnica que será para sempre relembrada (3)

BUDAPESTE | Campeonato do Mundo de Judo Seniores

Que balanço pode ser realizado do Mundial de Budapeste? Quais são as ideias-força que podem ser destacadas desta prova decisiva do judo internacional antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio? Fomos ao encontro de vários protagonistas da modalidade que nos adiantaram visões diversas mas muito pertinentes sobre o Mundial de Budapeste.

por Filipa Cavalleri | Sintra, 3ª em -56 Kgs no Mundial de Makuhari, 1995

Portugal despede-se em excelência do Campeonato do Mundo, realizado em Budapeste, Hungria.  Esta nobre “nação valente “, obteve nesta competição, uma sexta posição no ranking das medalhas, rivalizando com outras potências mundiais do judo. 

Repetir a proeza de 2019

Destaca-se naturalmente a medalha de ouro do nosso Judoca Jorge Fonseca (100kg), repetindo a proeza de 2019, sendo Bicampeão Mundial nesta categoria. Não só se evidencia o resultado, mas também a forma excepcional como o mesmo foi obtido. Tendo vencido os 5 combates que realizou por ippon, com uma execução técnica que será para sempre relembrada na história do judo Nacional, bem como o tempo médio de vitória dos combates mais baixo deste evento. 

Junta-se a este resultado, a medalha de bronze obtida pelo judoca Anri Egutidze (-81kg), sendo esta a primeira medalha há muito desejada por este judoca. Ainda de referir, o 5 lugar obtido pela judoca Joana Ramos (-52kg) e o 7 lugar de Telma Monteiro (-57kg), bem como os pontos obtidos por Catarina Costa (-48kg), essenciais para o seu apuramento Olímpico. 

 

Estreias olímpicas e Telma

Esta brilhante participação nacional encerra um ciclo de qualificação, tornando oficial a participação nos Jogos Olímpicos de Tokyo a seleção de judocas, Catarina Costa (-48kg), Joana Ramos (-52kg), Telma Monteiro (-57kg), Bárbara Timo (-70kg), Patrícia Sampaio (-78kg), Rochelle Nunes (+78kg) e Jorge Fonseca (-100kg). Temos 4 atletas que se estreiam no palco olímpico, que acompanham a nossa estrela do judo nacional, Telma Monteiro, que cumprirá a proeza de participar pela 5 vez consecutiva em Jogos Olímpicos

Com esta equipa de excelência, onde predomina a participação feminina, o judoca Jorge Fonseca estará focado na obtenção do dorsal dourado. 

Parabéns a toda a seleção nacional, clubes, treinadores  e Federação Portuguesa de Judo, que contribuíram de forma decisiva para estes resultados e desejo a todos os melhores êxitos desportivos num palco único e especial, como são os Jogos Olímpicos! Viva o Judo! Viva Portugal!
Filipa Cavalleri

Filipa Cavalleri

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *