A figura central do Mundial foi sem dúvida o Pedro Soares

BUDAPESTE 2021 | Campeonato do Mundo de Judo Seniores

Carlos Ramos analisa o Mundial de Budapeste

Carlos Ramos aborda o comentário desportivo e do judo em particular com a maior naturalidade do mundo. São anos de experiência e uma relação forte com os dois elementos aqui presentes: o judo e o comentário sobretudo televisivo.

Da conversa com o responsável do Judo Clube de Portugal, que é desde sempre um profundo conhecedor da evolução da modalidade e das suas tendências, retirámos algumas afirmações que destacamos. Mas o que vale mesmo a pena é ouvir a avaliação que o nosso interlocutor faz do judo global e da seleção portuguesa em particular.

  • Os treinos de Cernache – Coimbra deram resultado e estão na base da boa preparação dos atletas nacionais;
  • O Japão tendo sido vencedor na contabilidade das medalhas, foi Espanha no entanto que surpreendeu e que realizou o melhor campeonato do mundo de sempre;
  • A desilusão foi o Brasil, mas atenção nos Jogos Olímpicos poderão estar em alta, não deixam de ser a 4ª ou 5ª potência mundial do judo;
  • Era bom termos os resultados do Mundial nos Jogos Olímpicos, mas tudo pode acontecer;
  • O Japão vai arrebatar a maioria das medalhas nos JO. Vão participar com a equipa de elite;
  • Este ano foi atípico com o Mundial a dias dos Jogos e isso vai influenciar a preparação para a prova de Tóquio;
  • Há muito trabalho a fazer para manter o nível competitivo e motivacional até aos jogos. É o papel dos treinadores;
  • O foco agora são os Jogos!

Carlos Ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *