1976, Montreal

VÊM AÍ OS JOGOS! Montreal 1976 | CR-JM Atualizado 29/06 10h22

Os Jogos de Montreal foram marcados por várias situações desportivas e não-desportivas com destaque para o boicote africano aos Jogos, em consequência da admissão pelo COI da Nova Zelândia que não respeitou as decisões sobre o isolamento imposto à África do Sul que mantinha um regime discriminatório, de apartheid, na população do seu país.

No plano desportivo vários foram os feitos de atletas de diversos países e modalidades, mas os Jogos de Montreal foram os jogos de Nadia Comaneci.

Portugal nos Jogos

Carlos Lopes conquistou uma medalha de prata nos 10.000 m e Armando Silva Marques, no tiro desportivo, teve desempenho idêntico no fosso olímpico.

O judo esteve representado por José Pinto Gomes e por António Roquete que foram acompanhados por Kiyoshi Kobayashi treinador da Federação Portuguesa de Judo.

Para José Pinto Gomes a sua participação em Montreal deveria ter sido organizada para ganhar e não apenas para disputar as posições possíveis. Foi uma boa experiência mas importa sinalizar que naquela fase de desenvolvimento do judo em Portugal não existiam as mesmas condições que atualmente existem e que são um dado adquirido para os atletas que entram no programa olímpico.

Tinha pouco mais de 3 anos de judo quando fui aos Jogos, apesar de ter tido uma base nas lutas amadoras que pratiquei na Baixa da Banheira nos 5 anos anteriores. Treinava-se nos clubes 3 vezes por semana. Era usual naquele tempo, às segundas, quartas e sextas. Não existia a preparação específica que há hoje para uma prova com aquela importância” relembra o atleta veterano que continua ativo em várias frentes do judo nacional e internacional.

“No meu caso concreto realizei uma preparação diária muito intensa com corrida de manhã, treino de judo duas vezes por dia e várias outras formas de preparação física” completou José Pinto Gomes. “Fizemos tudo para nos prepararmos e apresentarmo-nos em excelentes condições. Em Montreal corríamos com o Carlos Lopes e o Fernando Mamede de manhã e à tarde com o mestre Kobayashi, treinávamos judo. O meu parceiro de treino era muitas vezes um cubano que foi campeão olímpico”.

“Lembro-me muito bem e tenho esse combate bem registado na minha memória. O Roquete era muito forte no chão, dominou o seu adversário durante todo o combate da repescagem, mas acabou por perder numa decisão que favoreceu o seu opositor. Na altura estas coisas aconteciam assim. Mas foi uma experiência positiva para todos nós” concluiu com o seu fair-play habitual.

O Comité Olímpico atribuiu a José Pinto Gomes o título de Mérito Olímpico pela sua participação em Montreal, 1976.

MONTREAL 1976 JUDO – 63 KG HOMENS RESULTADOS

  • Ouro CUB Hector Rodriguez Torres
  • Prata KOR Eun-Gyeong Jang
  • Bronze HUN Jozsef Tuncsik
  • Bronze ITA Felice Mariani
  • 5 AUT Erich Pointner
  • 5 POL Marian Standowicz
  • 7 POR José Pinto Gomes
  • 7 CAN Bradley W. Farrow
  • 9 THA Pakit Santhisiri
  • 10 FRA Yves Delvingt

MONTREAL 1976 JUDO 63 – 70KG HOMENS RESULTADOS

  • Ouro URS Vladimir Nevzorov
  • Prata JPN Koji Kuramoto
  • Bronze FRA Patrick Vial
  • Bronze POL Marian Talaj
  • 5 KOR Chang-Sun Lee
  • 5 GBR Vaccinuff Morrison
  • 7 AUS John Van Hoek
  • 7 ESP Juan Carlos Rodriguez
  • 9 POR Antonio Roquette Andrade
  • 9 SUI Thomas Hagmann

Fonte: CIO https://olympics.com/cio | Fotos cedidas por José Pinto Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *