1984, Los Angeles (2)

VÊM AÍ OS JOGOS | TÓQUIO 2020 | Los Angeles 1984

A CLAVÍCULA DA DESILUSÃO

João Neves nunca saberá que fase da prova poderia ter atingido nos Jogos Olímpicos de Los Angeles devido à clavícula partida no combate contra SHINJI HOSOKAWA. O futuro campeão olímpico japonês, que venceria o coreano Jae-Yup-KIM por ippon na final, numa imobilização eficaz ainda no primeiro minuto do combate decisivo, foi o primeiro adversário do jovem atleta português, na altura apenas com 20 anos.

Final da categoria de peso -60kg em Los Angeles.

“Caiu-me logo a Fava!” exclamou o atual treinador do Ginásio Clube Português que levava com ele para Los Angeles muitos sonhos, porque uns Jogos Olímpicos são sempre uma prova especial, mas na altura não tinha noção do impacto que tem uma participação desportiva a este nível. “Não dava o devida valor a um evento com esta dimensão. Era de alguma forma a inconsciência da juventude. Mais tarde sim, coloquei esta presença nos Jogos na Califórnia, num patamar elevado” confessou o então campeão nacional dos -60kg.

“Fui repescado porque perdi com um dos finalistas, mas não consegui participar na repescagem porque a clavícula partida não deixou. O Mestre Kobayashi que nos acompanhava sempre ainda a ajustou ao lugar, mas estava partida, não havia nada a fazer!” recordou João Neves que não esquece o combate contra Shinji Kosokawa.

Atletas do Judo em Los Angeles com Kiyoshi Kobayashi, na piscina da aldeia olímpica

Campolide

“A casa dos meus pais estava localizada na zona do Judo Clube de Portugal. Aos 6 anos comecei a praticar com o meu irmão e no clube, há 50 anos, os mestres Kobayashi e Henrique Nunes orientavam as classes. Fiquei sempre ligado à modalidade” adiantou João Neves antes de clarificar que o processo de qualificação para os Jogos de Los Angeles passava por atingir pelo menos a meia-final de um torneio de nível A e de realizar uma segunda classificação relevante no plano europeu.

“Atingi os objetivos nos Open de Inglaterra e da Suiça” relembrou João Neves ao mesmo tempo que recuperava na sua memória as condições de participação a nível internacional “Não havia dinheiro e nós é pagávamos tudo. O clube ajudava no que podia mas as despesas eram suportadas pelos atletas”.

Ginásio Clube Português

“Comecei a dar aulas muito jovem. Tinha apenas 19 anos, mas mantive sempre a minha atividade de treinador, no Ginásio Clube Português” concluiu o representante de Portugal nos Jogos Olímpicos de Los Angeles na categoria de peso de -60kg.

Entretanto, em 2018, João Neves sagrou-se Campeão do Mundo de Veteranos na categoria de -60kg, em Cancun, no México.

João Neves

Yamashita, figura do judo nos Jogos de Los Angeles

Yamashita foi a grande figura nestes Jogos Olímpicos ao vencer o Open / Todas as categorias nas condições de lesionado num combate da fase das eliminatórias.

O exemplo de dedicação e de persistência, apesar das contrariedades, ficou registado como uma referência no judo mundial. Figura central do judo já depois dos Jogos de Los Angeles, Yamashita desempenhou um importante papel na modernização da modalidade.

Yasuhiru Yamashita – Campeão olímpico e 4 vezes Campeão do Mundo

Los Angeles – Yamashita final

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *