A magia do coletivo

VETERANOS – Lisboa 2021 NOTAS DO PAVILHÃO Nº1

O judo é um desporto individual, cada vez mais coletivo. Não há dúvidas que no tapete e na confrontação direta são dois opositores que medem forças entre si com um árbitro no meio a fazer valer as regras e a definir o vencedor e o derrotado. Mas o treino que antecede a competição e o ambiente que emerge das provas, sobretudo de veteranos, indicam uma ligação forte entre todos os participantes e informalmente cria-se um ambiente coletivo

Foi o caso em Lisboa no Pavilhão nº 1 do Estádio Universitário que acolheu atletas de inúmeras nacionalidades e origens. Quer na área de aquecimento, quer ainda na fase de entrega de medalhas emergiu espontaneamente um agrupamento vivo e denso de judocas competidores (que também são treinadores na sua maioria) que reforça o olhar coletivo neste desporto individual.

Fotos © Judo Magazine

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *