JCPD com 50 anos de Paz

MUNDIAIS DE VETERANOS – LISBOA 2021 Entrevista – Flash Luis Paz

Os ecos da primeira jornada do Mundial de Veteranos, que decorre em Lisboa desde quinta-feira dia 21 de outubro, ainda se fazem sentir. Tratou-se de um dia inaugural da competição repleto de emoções sobretudo para os atletas portugueses que atingiram, na sua globalidade, uma excelente performance.

A par dos três veteranos que conquistaram medalhas de ouro, José Pinto Gomes, Eduardo Garcia e José Samuel Freitas, o açoriano Luís Paz subiu ao segundo lugar do pódio valorizando também desta forma o judo praticado na Região Autónoma dos Açores. O medalhado de prata nesta prova internacional adiantou à Judo Magazine “as competições de veteranos de nível mundial são uma grande motivação e estímulo para que os judocas mais idosos se mantenham ligados à modalidade, ajudando-os assim a cumprir os desígnios do fundador do judo, Jigoro Kano Sensei“.

Judo há 50 anos

Luis Paz aproveitou para valorizar o desempenho dos restantes portugueses na prova “a participação portuguesa neste primeiro dia de prova foi muito honrosa, subiram ao pódio 7 judocas portugueses, três deles ao lugar mais alto. A minha medalha de prata quero dedicá-la à pessoa que me iniciou na modalidade há mais de 50 anos e que ainda me acompanha no momento presente, o Ohi Sensei, e ao meu clube do coração, o Judo Clube de Ponta Delgada”.

E a terminar desejou aos restantes judocas portugueses que irão competir nos próximos 3 dias “as maiores felicidades, em especial aos meus dois companheiros de treino, Marco Ávila e Nuno Carvalho, que irão competir no sábado e no domingo”.

Colaboração JM Bettencourt Araújo | Açores | Editado CR- JM

José Maria Bettencourt Araújo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *