Lugar aos mais jovens

NACIONAIS DE JUVENIS E CADETES | Coimbra 5 e 6 Novembro 2021

Cadetes e juvenis de todo o país vão estar em Cernache – Coimbra no próximo fim-de-semana, 6 e 7 de novembro, para disputar os títulos nacionais dos dois escalões mais jovens da modalidade.

As comitivas organizam-se para o encontro que começa no Hotel Dom Luis em Coimbra com as formalidades de prevenção sanitária e as pesagens. Dos clubes que vão estar presentes damos nota de duas situações a título de exemplo: o Judo Vitória da península de Setúbal e a Associação de Judo do Arquipélago dos Açores.

Judo Vitória anuncia e justifica presença

“Este fim de semana o Vitória vai voltar a pisar o tapete num Campeonato Nacional! Estes são os nossos enormes representantes! Enormes não só por serem do Vitória Futebol Clube mas por aceitarem o desafio após tão longa paragem, sendo esta a primeira competição desde então.

Um dilema tínhamos diante de nós por estas condicionantes, “será que faz sentido?”. Sempre esteve presente na nossa mente esta dúvida. Mas a vontade de entrarem na competição que os atletas demonstraram foi superior. Não tínhamos o direito de os privar de uma experiência que certamente vai fazer parte da formação deles enquanto pessoas. No fundo, é esta a resposta que queremos que dêem na escola e no futuro no trabalho perante o desafio! Independentemente do resultado, esta é a resposta certa! BOA SORTE!

Fotos © Judo Vitória FC

Sete clubes dos Açores

“Os Açores, como não podia deixar de ser, vão participar com uma comitiva de 48 atletas, 26 Juvenis e 22 cadetes, em representação do Judo Clube de Ponta Delgada, Clube de Judo da Ribeira Grande, Clube de Judo de Angra do Heroísmo, Judo Clube de São Jorge, Clube de Judo da Praia da Vitória, Judo Clube Ramo Grande e Judo Clube da Lagoa.

Fotos © AJAA

A quantidade por si só não é garante de qualidade no entanto a probabilidade de haver atletas no pódio e/ou a lutar pelo mesmo aumenta.

Enquanto nos Juvenis há expetativas comedidas porque se trata de judocas inexperientes, nestas andanças, pese embora a qualidade evidenciada, por parte de muitos deles, no campeonato regional.

Nos Cadetes as expetativas são redobradas porque entre os atletas açorianos estão judocas que foram medalhados, no período pré-pandemia, neste escalão e no escalão de Juniores.

Apesar dos constrangimentos do atual ciclo pandémico, que condicionaram a prática do JUDO e tornaram esta época desportiva atípica e irrepetível, no caso dos cadetes, eles estão mais maduros, pelo que é com grande expetativa que aguardamos serenamente pelo início da competição. Estão reunidas todas as condições para duas boas jornadas de judo com os mais jovens”.

José Maria B. Araújo | Informação dos Açores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *