Tell me ou o glossário criativo dos fãs de Telma Monteiro

ATLETAS | Telma Monteiro

Telma Monteiro provoca ondas de exaltação em todos os quadros de comunicação e de expressão pública, aliás da parte de todos os intervenientes do universo do desporto, sem exceção.

São formulações de reconhecimento, de orgulho, de paixão, de apoio, de incentivo, de glorificação. Enfim são vozes que fazem justiça a uma atleta que é tida, na linguagem do espetáculo desportivo, como galáctica.

Mas fora da voz pública desportiva escrita e multimédia publicada existem os recantos da comunicação informal que estabelecem com a atleta um autêntico espaço reservado de cumplicidade. Para tal adota uma linguagem com terminologia própria que fomos pesquisar. Encontrámos uma verdadeira história aos quadradinhos composta pelas mais diversas imagens que criam as bases para um autêntico Glossário Telma Monteiro.

Campeã

Seria um exercício sem qualquer hipótese de sucesso tentar contar o número de utilizações do qualificativo por parte de quem a quer felicitar. No caso, a campeã mencionada, não será por ter vencido mas por ser uma vencedora nata.

Super TOP

Colocar Telma no lugar cimeiro pelos vistos não é suficiente. Tem que ser Super, ou seja, acima do próprio ponto mais alto.

Exemplo

Para além das referências concretas ao fato da atleta estar a dar o exemplo sobretudo aos mais jovens, nomeadamente em campos exigentes como a persistência, a contínua procura da superação dos próprios objetivos e um trabalho continuado para atingir as metas traçadas, aponta-se de uma forma ainda mais absoluta que Telma é o exemplo a seguir.

Guerreira

Nesta formulação antevê-se uma clara admiração pelos “feitos” da campeã e projeta-se um sentido épico das suas vitórias. São batalhas, são torneios de gladiadores, são confrontos de Titãs que povoam o imaginário dos admiradores que a felicitam e valorizam num terreno mais simbólico do que na mera performance desportiva.

Sonhos

Nesta mobilização poética dos impactos das vitórias de Telma na realização dos sonhos, de todos aqueles que a seguem, há uma convergência para uma figura recorrente das histórias infantis que é a fada. Imaginar a varinha mágica que a atleta poderá trazer escondida no seu judogi, será o passo a seguir.

Máquina

Uma leitura do desempenho de Telma Monteiro pelo lado da eficácia e da eficiência. Surge aqui com uma aproximação à tecnologia de treino e à preparação rigorosa e naturalmente à capacidade de execução sem falhas.

Enorme

A dificuldade de dosear, de apresentar uma medida, de indicar uma valorização a atribuir ao desempenho da atleta, leva a esta referência de volume sem uma verdadeira dimensão. No fundo pretende-se indicar que esta está acima das medidas normais e é de cálculo difícil, Ou seja está acima daquilo que é possível calcular.

Garra

Esta indicação remete para a energia, para a combatividade mas também para a atitude vencedora. Tendo em conta que Telma é atleta do Benfica, a referência às “garras da Águia” é de todo apropriado. A relação entre combate e postura animal constitui aliás a base de algumas artes marciais. No caso a aplicação plena da metáfora levaria a uma transposição como “as Garras da Telma”.

Orgulho

É provavelmente o qualificativo que é utilizado com mais emoção e até euforia. No fundo representa uma dupla projeção: por um lado a expressão da admiração pela atleta por outro a dimensão coletiva da representação de um país em provas internacionais. Aqui podemos associar o prestígio que sai reforçado para ela e para todos.

Gloriosa

Admire-se que aqui tenha sido estabelecida uma ponte com o “Glorioso”, forma épica que os adeptos benfiquistas utilizam para cantar as glórias do seu clube.

Grande

Um destaque na grandeza dos feitos e na valorização da atletas numa escala superior.

Glória

Nesta citação encontramos até abordagens comparativas com os mais celebrados no desporto como é o caso de Rosa Mota, de Carlos Lopes e de Fernando Pimenta.

Bicho

Pode parecer menos elegante, mas na verdade a intenção de quem utiliza prende-se com o retirar da condição humana à atleta e colocá-la numa esfera superior aos humanos que apresentam muitas limitações.

Slogan

Inventam-se slogans como Novo ciclo, novo ouro, dando prova de uma grande confiança na performance futura da Telma.

Tuga

Esta colagem a Portugal é sistemática e permanente, Telma Monteiro é claramente um símbolo informal de Portugal e dos portugueses como o são e foram grandes campeões com nomes a invadirem praticamente todos os países do mundo.

Maior

O sentido da comparação com as suas adversárias mais diretas está presente e não deixa de ser óbvio que os admiradores considerem na comparação que o lugar mais alto é da Telma.

Rainha

Uma clara indicação da supremacia da atleta nos terrenos em que se move, Pode-se retirar desta qualificativo algo de mais estrutural que a simples valorização das vitórias. Trata-se de reinar, de dominar de forma cabal e completa na sua área de atuação.

Menina

Uma referência doce, ingénua, ternurenta que ao mesmo tempo nos revela a jovem Telma que já tem uma idade avançada, mas sempre pronta a enfrentar todos os desafios, como se ainda “fosse uma menina”.

Todas as referências mencionadas foram utilizadas por admiradores ou por quem desejou exprimir na praça pública a sua satisfação pelo desempenho desportivo de Telma Monteiro, tendo em conta a vitória alcançada em Abu Dabi.

Pesquisa JUDO MAGAZINE

Please follow and like us:
fb-share-icon

1 thought on “Tell me ou o glossário criativo dos fãs de Telma Monteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *