LISBOA | A retoma só foi (está a ser) possível com a colaboração e vontade de todos

BALANÇO 2021 da ADJLx

por Carolina Costa

2021 foi claramente um ano atípico. Todos esperávamos o voltar da normalidade depois de um 2020 praticamente inexistente. Na verdade nada voltou ao normal e as associações tiveram que se adaptar a uma nova realidade e Lisboa não foi diferente.

Testagem, a nova realidade

Considerado como um desporto de alto risco a palavra testagem tornou-se parte do vocabulário do Judo e a nova realidade das associações distritais. Em Lisboa a retoma das provas ADJLx (que só aconteceu no 2º semestre) requereu um esforço logístico e organizativo acrescido e um ajuste financeiro apertado. Mas no Judo sempre que caímos levantamo-nos e por isso só posso considerar o balanço de 2021 positivo, tendo em conta o ambiente pandémico. A participação nas provas realizadas pela nossa associação foi muito satisfatória e demonstrou nitidamente a “sede” de competição dos nossos atletas.

O Balanço só pode ser positivo…

Em termos competitivos e de representação, quer nacional, quer internacional os nossos atletas estiveram em alta nos vários escalões. Saliento as duas provas internacionais que decorreram em Lisboa: o Campeonato Europeu de Séniores, e o Mundial de Veteranos, este último especial pois teve uma participação de atletas nacionais muito significativa, tendo os atletas de lisboa contribuído em grande escala para esta representatividade. E ficou marcada pelo ambiente de grande amizade e boa disposição que se viveu no pavilhão que recebeu a prova. Os resultados foram fabulosos! Vários medalhados, que mereceram o reconhecimento e homenagem na GALA da FPJ realizada a 11 de Dezembro. Parabéns a todos os nossos atletas Veteranos que provaram mais uma vez que não há idades e que o céu (já não) é o limite!

Tivemos a oportunidade e o privilégio de contribuir com suporte eletrónico e tatamis pertencentes à nossa associação, para o excelente trabalho de organização destas provas e isso pesa no prato do balanço positivo.

Cerimonia de entrega de graduações….

Retoma(ndo) na formação

A Associação de Lisboa foi, em Portugal Continental, a 1ª associação a retomar as actividades em plena pandemia. Apostámos na formação criando oportunidades para que árbitros, treinadores e atletas se mantivessem actualizados e motivados dentro da modalidade:

– Realizámos os exames de graduação logo em Janeiro deste ano, exames estes que foram o culminar do curso de Graduações por módulos que decorreu entre Setembro e Dezembro de 2020. A cerimónia de entrega das novas graduações decorreu no passado dia 18 de Dezembro no Pavilhão do Inatel.

– Organizámos 1 webinar de arbitragem em fevereiro, ministrado pelo árbitro Eduardo Garcia, bastante participativo, e um estágio de arbitragem em presença física em Outubro; Com a retoma das provas associativas houve oportunidade de proceder à avaliação prática dos candidatos a árbitro do curso de arbitragem iniciado em 2020.

– Demos continuidade aos cursos de treinador Grau I e Grau 2 iniciados em 2020 através do sistema E-learning para a componente teórica. Durante 2021, demos prioridade à componente prática que teve de ser ajustada em termos de datas devido à pandemia, mas que foi retomada com a aderência dos formandos na sua totalidade (totalidade dos dois cursos – 35 formandos).

Em suma o balanço foi muito positivo. A retoma só foi (está a ser) possível com a colaboração e vontade de todos. Nunca o principio Jita- Kyoei e o código moral do Judo fizeram tanto sentido. Somos um desporto aparentemente individual, mas que dependemos do outro para evoluir e a retoma das nossas actividades depende desta simbiose interpares.

Obrigado a todos os que tem colaborado e contribuído para o crescimento da nossa modalidade.

Um 2022 repleto de prosperidade!

Fotos © AJDLx

Carolina Costa, Presidente da Direção da Associação de Judo do Distrito de Lisboa
Please follow and like us:
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *