O canivete suiço de Siderot

INTERNACIONAL | Open de Sarajevo 2022 | UEJ 12 e 13 de Fevereiro 2022

O que valeu a Maria Siderot foi a versatilidade. Como se tivesse tido ao seu dispor um canivete suiço e ter recorrido à ferramenta certa na hora certa. Com um sode-tsuri-komi-goshi, que aliás a carateriza a par de outras técnicas que executa com segurança, venceu a sua adversária helvética Manon Monnard e conquistou um bronze que recompensou um percurso particularmente combativo e exigente.

Wilsa Gomes não conseguiu o resultado da sua colega de seleção e cedeu perante a romena Ivanescu que triunfou depois de imobilizar a atleta lusa no seguimento de uma projeção bem sucedida.

Nos restantes quadros da competição importa destacar o domínio das atletas turcas na categoria de peso de -48kg com duas competidoras na final a disputar o ouro e, uma terceira, a triunfar para o 3º lugar contra uma quarta turca que perdeu na meia-final contra a futura vencedora da prova.

Atletas turcas em destaque

Turquia à frente na 1ª jornada

As suiças tiveram excelente desempenho em -52kg e finalmente Espanha conquistou o ouro em -57 kg através de Carla Mascaro Ubasart, proeza que Sarai Padilha imitou em -63kg.

Em masculinos o destaque vai para o Azerbaijão na categoria de peso de -60kg na qual dois atletas azri disputaram a final . Um pormenor técnico sempre peculiar, uma vitória do esloveno Starkel, que conquistou a medalha de bronze na categoria de peso mais leve, com um soberbo okuri-de-ashi- barai.

A Turquia termina a jornada inaugural da prova em primeiro lugar seguida da Espanha que vence duas medalhas de ouro e uma de prata. Portugal atingiu no final deste primeiro dia o 10º lugar com uma medalha de bronze e um quinto lugar.

Fotos © Kostadin Andonov UEJ

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.