A lição de Casse

INTERNACIONAL | Grand Slam de Tel Aviv – 17, 18 e 19 de fevereiro 2022

Na segunda jornada do Grand Slam de Tel Aviv não estiveram no tapete do Shlomo Group Arena atletas portugueses e a jornada foi dominada pelas japonesas nas duas categorias de peso femininas, -63 e -70kg e, de forma repartida pelos belgas em -81kg e por nações asiáticas nos -73kg. Os franceses continuam ausentes do pódio em masculinos e em femininos francesas e japonesas continuam a repartir as medalhas cimeiras.

Na final da categoria de peso de -81kg Casse, atual Campeão do Mundo, teve por adversário o turco Albayrak que soube gerir com muita inteligência tática o combate e esteve mesmo à beira de derrotar o campeão belga quando executou um Uchi-mata, já em período de Golden Score, que ficou a milímetros de uma pontuação por wazari porque a queda de Casse não se enquadrou na regra dos 90 graus como requisito para pontuação.

Vitória à Casse

O combate teve vários momentos de elevada qualidade técnica, com a procura do sankaku e com várias execuções em sumi-gaeshi, por parte de Casse, sem resultado efetivo e Albayrak a tentar não demonstrar passividade através de um seoi-nage de recurso.

Finalmente, depois de um tomoe-nage pouco convincente Casse rodou no chão e executou à perfeição um juji-gatame que lhe deu uma vitória por desistência do adversário turco face à eficácia da chave no braço.

Os israelitas conquistaram uma medalha de bronze em masculinos com a vitória de Butbul sobre o italiano Esposito e Tanaka (JPN) venceu Van Dijke (NED) em -70kg femininos, conquistando a segunda medalha de ouro das japonesas depois de Horikawa ter conquistado o ouro em -63kg.

Muki derrotado na meia-final também não conseguiu a medalha de bronze que os israelitas esperavam.
Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.