Pela paz, o desporto não fica calado!

INTERNACIONAL | Guerra Rússia – Ucrânia

Iniciativas no sentido de promover a paz ou de pelo menos apoiar quem mais precisa nesta situação de guerra em países no leste da Europa estão em marcha em vários quadrantes.

A Federação Portuguesa de Judo emitiu um comunicado no qual declara de forma categórica que está disponível para apoiar atletas que se enquadrem em situações originadas pelo conflito e impeçam que a sua a preparação desportiva prossiga normalmente:

“A Federação Portuguesa de Judo lamenta profundamente o que se está a passar neste momento no leste europeu e apresenta-se disponível para receber todos aqueles que queiram prosseguir com a sua preparação para os próximos eventos desportivos da modalidade. O que se está a passar não é apenas um problema dos países envolventes, mas sim um problema da Humanidade. No que pudermos, faremos todos os possíveis para minimizar o impacto que esta situação possa causar ao nível desportivo de todos os judocas”.

A FPJ declara, e bem, que se trata de um problema de toda a humanidade.

Judo Magazine promove iniciativa com parceiros

“Ponho o cinto branco pela Paz” é o apelo que fazemos a todos os clubes e judocas para que fique demonstrado que na modalidade a defesa da paz coloca-se acima de todos os outros princípios.

O Judo Clube da marinha Grande já aceitou o desafio e realizou uma aula com todos os alunos com um cinto branco.

No Brasil Gláucio Mendonça também lançou uma denúncia

E existem várias imagens de cooperação com atletas do judo a coabitarem para além da guerra.

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.