Segundo estágio nacional de arbitragem com palmas para Paula Saldanha

publicado 16 setembro 2022 | Jm e Rogério Ribeiro

2° Estágio Nacional de Arbitragem 2022

O 2° Estágio Nacional de Arbitragem 2022, destinado aos Árbitros convocados pelo Conselho Nacional, Comissões e Treinadores, realizou-se no sábado 10.09.2022 em Alvito.

O estágio teve lugar na pacata e acolhedora vila do Alvito, tendo a sua organização resultado de uma parceria entre a FPJ com a Associação Distrital de Judo de Beja que, entre outras ofertas e apoios, prendou os árbitros e os treinadores presentes com o almoço.

Por Rogério Ribeiro

O estágio que contou na sua fase inicial com a presença do Presidente da Câmara Municipal, foi frequentado por cerca de 70 participantes de todas as associações de judo do continente e das ilhas. Este número de participantes é o habitual nos segundos estágios nacionais porque onde surgem mais novidades é no 1º estágio de janeiro. Importa relembrar que os árbitros apenas têm que frequentar um dos dois por ano, ainda assim a maior parte participa nos dois.

Como sempre o Presidente da Federação Jorge Fernandes está presente, apesar dos estágios serem da responsabilidade da Comissão Nacional de Arbitragem que os coordena.

Atividades diversas

Na Ordem de Trabalhos, como é habitual, constaram vários temas e atividades como: informações, visionamento e debate de videos. De alguns anos a esta parte realiza-se ainda um debate final sobre judo.

O estágio decorreu com a harmonia habitual, o bom ambiente que tem caracterizado os estágios dos últimos anos, tendo como momento mais saliente, a comunicação da passagem a árbitro internacional IJF (categoria mais alta ao nível mundial) da Paula Saldanha. No ano passado tivemos o João Guerra.

Paula Saldanha

Paula Saldanha que é da Madeira e já foi judoca olímpica em Barcelona 92 pediu a palavra para agradecer à Comissão Nacional de Arbitragem e ao Presidente da FPJ, em seu nome e em nome da associação da Madeira, o empenho que estas entidades têm tido na afirmação e valorização da arbitragem nacional.

No que respeita às regras de arbitragem, foi dada a informação de pequenas alterações que foram visionadas em videos, tal como outras situações mais complicadas de combate e cujas decisões podem dividir opiniões.

Presidente Fernandes informou e esclareceu

Terminado o estágio e como sempre no último ponto, que é o debate sobre o estado do judo, o presidente Jorge Fernandes colocou-se à disposição para responder ou elucidar qualquer questão. Não tendo havido questões por parte dos participantes, resolveu ele elucidar os presentes sobre alguns assuntos relacionados com a gestão dos locais das provas, custo dos mesmos, custos de alojamento e alimentação, feedback da EJU e da IJF sobre a realização de provas internacionais, estágios e seminários em Portugal, nomeadamente em Coimbra e mais alguns detalhes e clarificações. Os presentes saíram esclarecidos, os que não tinham conhecimento obtiveram a informação necessária.

E assim terminou o 2º Estágio Nacional de Arbitragem no Alvito.

Rogério Ribeiro

Fotos obtidas por Rogério Ribeiro

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.