Todos deram o seu melhor e isso deixou todos os presentes satisfeitos

publicado 1 de outubro 2022 | António da Costa na Madeira | Editado JM

O dia C (de Campeões)

Hoje o dia começou às 7h30 com o pequeno almoço. Ontem, depois de todos os atletas estarem já nas suas camas, ainda houve trabalho a fazer pelos treinadores. Reunião técnica, preparação do dia de hoje e definição da estratégia a adotar neste jornada Felizmente os nossos campeões já dormiam quando regressámos aos quartos.

Hoje é o nosso dia C, sinónimo de dia de Campeões.

Ainda não são 8h e já estamos sentados a tomar o pequeno almoço de campeões para termos força para o dia de hoje. De manhã vamos fazer um treino de descompressão no tatami, junto com outras comitivas que se queiram juntar a nós e a outros judocas dos clubes locais. Um treino “aberto” no verdadeiro espírito inclusivo.

Taisabakis intercalares para reunir todo o grupo

A AJRAM está empenhada em que tudo corra bem e tem mobilizado muita gente numa demonstração da “força” do judo madeirense. O nosso treino teve início às 10h, pelo que às 9 horas tivemos que sair no autocarro para o pavilhão. Estes campeões têm os seus ritmos, todos diferentes, e temos que saber acelerar os mais “molengas” e esfriar os ânimos dos mais “acelerados”.

É um equilíbrio nada fácil, que nos leva a fazer um taisabaki aqui, outro acolá e seguir em frente com todos em conjunto e alegres.

Chegar a horas foi o nosso principal objetivo quando saímos da cama. Hoje conseguimos. Já vamos com a primeira vitória no bolso, chegando a tempo ao autocarro. Vamos ao treininho de descompressão às 10horas. O treino contou com as seleções presentes no Mundial e muitos judocas locais, desde os mais pequenos aos mais adultos. Um momento brilhante de comunhão de toda a comunidade judoca presente.

Godinho e Nicola orientaram o treino

Este treino teve início com a mensagem de boas vindas da atleta olímpica Sandra Godinho. A orientar este treino esteve o Mestre César Nicola, com a parte de relaxamento a ser orientada pela duas vezes olímpica Sandra Godinho. Voltámos ao almoço. Mais uma vez a equipa reuniu-se em volta da mesa, com uma alimentação regrada para estarmos o mais pronto possíveis. Às 14 horas entrámos no autocarro da organização para irmos até ao pavilhão da prova.

O pavilhão da escola eb2/3 Bartolomeu Perestrelo foi a casa do Judo nestes 3°Campeonatos do Mundo de JuDown.

Uma belas instalações, para esta prova, muito bem organizadas e embelezadas pela AJRAM e os seus muitos voluntários.

Smoliniec, treinadora de judo adaptado

O aquecimento foi realizado em conjunto. Desta vez tivemos a orientar o treino a atleta olímpica Ada Dadci Smoliniec , da Polónia, que competiu em Atenas 2004, e campeã da Europa 2002. Esta atleta é hoje treinadora de Judo Adaptado no seu país. A arbitragem da prova esteve em grande, com árbitros de alto gabarito no tatami. Paula Saldanha arbitra internacional FIJ, César Nicola árbitro continental UEJ, Ricardo Pimentel Árbitro Nacional.

A prova, que é um verdadeiro Campeonato do Mundo, não defraudou ninguém em termos de emoção. As emoções foram muitas dentro e fora do tatami. O que para mim é menos importante é a classificação final, mas mesmo assim estou orgulhoso do que eles conquistaram. Susana Sampaio (+78kg), Patrícia Oliveira (-63kg), Maria Ribeiro (-57kg), Paulo Lemos (+81kg) e Diogo Corte (-73kg mosaico) sagraram-se Campeões Mundiais. Paulo Lino (-66kg) sagrou-se Vice-campeão Mundial e António Gomes (-81kg) conquistou a medalha de bronze no Mundial.

Mas o meu destaque vai para o 5°lugar do Carlos Ribeiro. Para além da sua prova ainda fez mais combates de demonstração. Uma atitude sempre muito positiva que fazem dele um grande exemplo. Não posso esconder o orgulho que sinto de ter podido acompanhar estes campeões no dia de hoje. Para além de mim, foram incansáveis os dois treinadores que estiveram ao meu lado. O David Carreira e a Sofia Corte tiveram, como já vem sendo habitual, um papel fulcral no acompanhamento destes campeões. Como equipa que somos, cada um aportou o seu melhor para que tudo corresse bem, e eu fui um privilegiado de poder colaborar com eles.

Um banco presidencial

Mas no nosso “banco”, como mais um de nós, sentou-se o presidente da FPJ que nos foi auxiliando no ânimo que ia dando aos atletas, permitindo que grande parte do trabalho psicológico que também se tem que fazer com eles, uns mais do que com outros, fosse feito ao longo de toda a prova pelo Jorge Fernandes, mesmo que de isso não se fosse apercebendo.

Os resultados podiam ter sido melhores? Piores? Não sei. Sei que todos deram o seu melhor e isso deixou todos os presentes satisfeitos. Na cerimónia protocolar de entrega das medalhas, como qualquer Campeonato do Mundo, teve direito a hino e a personalidades do Judo a fazer a sua entrega. Como qualquer português, quando ouço o hino fico com pele de galinha, mas hoje foi um sentimento diferente. Senti que a pele de galinha não era só pelo hino, mas pelo que estes campeões fizeram, fazem e farão durante a sua vida. Não só eles, mas as suas famílias, as instituições onde se encontram e todos os que com eles trabalham (um dia destes escrevo sobre uma instituição maravilhosa que conheço, para perceberem do que vos falo).

FPJ recebe medalha da ANDDI

Encerrámos os campeonatos individuais com uma foto de família, onde estavam todos os participantes, treinadores e entidades presentes e a ANDDI entregou uma medalha à FPJ, num simbolismo de união que muito me satisfaz.

Hora de voltar ao hotel. Amanhã temos o mundial por equipas e tenho o pressentimento bom que podemos ser muito bem sucedidos.

Agora é tempo de tomar um banho, jantar, descontrair e descansar.

Sempre focados no próximo objetivo, que é já amanhã durante a manhã. Vou-vos contar um segredo. Mas fica só entre nós. Tive que me conter muito para não derramar uma lágrima quando, no final da prova me reuni com eles para lhes dar os parabéns. Tive mesmo muito orgulho e uma emoção enorme ao ver o sorriso na cara deles. Amanhã vamos ver se me controlo.

Fotos da comitiva e António da Costa

António da Costa

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.