Bárbara Timo de prata nos Emirados

22 de outubro, 2022

Catarina Costa regressou à disputa das medalhas

Se compararmos os percursos de Catarina Costa e de BárbaraTimo na prova de Abu Dhabi verificamos que ambas realizaram um périplo vencedor de grande qualidade até à disputa do acesso à final. Vitórias sucessivas com grande mérito na execução de táticas adequadas a cada opositora e sobretudo a capacidade de gerir os combates nas fases mais exigentes do Golden Score.

Bárbara ultrapassou a atleta sérvia Anja Obradovic na meia-final enquanto que Catarina cedeu, na mesma situação, perante a espanhola hiper ativa Figueroa, uma atleta muito segura que ocupa o 3º lugar no ranking mundial e que acabou por conquistar a medalha de ouro no Grand Slam dos Emirados Árabes Unidos.

A solidez de Bárbara

Bárbara surpreendeu na forma como venceu o combate dos quartos-de-final contra a australiana Katharina Haecker que apresenta um judo muito físico, potente e dominador depois das pegas consolidadas. A atleta chinesa Han Liu não resistiu no combate anterior ao estilo e à tática da judoca da Oceânia.

Bárbara Timo ao vencer através de um contra-taque inesperado pela australiana dava sinal que queria ir longe e, assim foi. Bárbara Timo não trouxe ouro de Abu Dhabi por esgotamento físico na final. Todos os ataques das suas novas combinações, seoi-nage, ko-uchi-gari, pecaram pela ineficácia. Vimos mesmo Timo ensaiar tomoe-nage que está longe de ser um recurso para o seu perfil técnico. Mas seria possível chegar em melhores condições depois de um percurso tão exigente (Mera da Colombia, Fazliu do Kosovo, Haecker da Austrália e Obradovic da Sérvia)?

Depois de Nikolic, tudo era possível

Já Catarina Costa foi protagonista de um dos combates mais empolgantes do torneio quando enfrentou com sucesso Nikolic da Sérvia nos quartos-de-final. Foram necessários mais de nove minutos de combate para que surgisse uma vencedora.

A atleta sérvia acabou por ser penalizada pela terceira vez (HSK) por falta de combatividade e nesta situação de enorme dificuldade para a judoca da Académica a influência do treinador João Neto foi determinante. Catarina inverteu uma dinâmica que estava a marcar as suas presenças em provas internacionais, e talvez, essa tenha sido a grande vitória da judoca lusa para além da excelente 5ª posição .

Bárbara Timo conquistou pontos preciosos para os Jogos de Paris 2024 e confirmou o seu estatuto de atleta central na categoria de peso de ~63 kg femininos.

Resultados

Final (-63 kg)

RENSHALL Lucy (GBR) vs TIMO Barbara (POR)

Bronze Medal Fights (-63 kg)

VAN LIESHOUT Joanne (NED) vs OBRADOVIC Anja (SRB)

SHARIR Gili (ISR) vs OBERAN Iva (CRO)

Fotos © IJF Feliciantonio Emanuele

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.