Como foi 2022 | Treinos associativos marcaram a atividade da ADJL

9 de dezembro, 2022

Um copo meio cheio! Uma cereja no topo do bolo e um combate ganho!

por Carolina Costa (*)

A Associação Distrital de Judo de Lisboa começou 2022 de “Kimono Novo”! Nova direcção, nova equipa, novas ideias. Com um plano traçado e muita motivação entrámos no combate do ano. Embora com muitos obstáculos penso que soubemos construir e evoluir de forma positiva.

O que marcou 2022 foi, sem dúvida, o retorno à normalidade pré-covid. Pisar de novo os tatamis sem testes e sem máscaras revelou-se uma alegria contagiante. Mesmo com alguns contratempos conseguimos cumprir o nosso calendário realizando eventos para todos os escalões.

As primeiras provas do ano logo em janeiro e fevereiro foram sem dúvida o grande ippon ao Covid, com uma participação em grande escala dos nossos atletas.

Ao longo de 2022, realizámos como já vem sendo habitual na nossa associação o curso e o exame de graduações e dois estágios de arbitragem. Mas quisemos ir mais além e proporcionar aos nossos judocas mais oportunidades de melhoria, com novos e diferentes desafios. De acordo com o planeado com a equipa técnica os clubes de Lisboa tiveram a oportunidade de participar em provas do circuito espanhol, com o apoio organizativo da ADJL ao nível da logística (inscrição, transporte, alojamento) e do apoio médico, sempre com a disponibilidade do nosso director técnico.

O copo….

Ao nível da formação e dinamização do Judo, iniciámos, finalmente, um projecto já há muito almejado: Judo na Escola, com as Escolas Secundária Passos Manuel e Gaivotas a serem as escolas-piloto desta iniciativa. Ainda são apenas duas escolas e o objectivo é alargar a todo o agrupamento, como também aumentar o número de escolas da região de Lisboa envolvidas. Falta, contudo financiamento e treinadores disponíveis para os horários solicitados. Todavia, vemos sempre o copo meio cheio e o facto de já serem duas escolas motiva-nos a continuar a apostar neste projeto.

Acreditamos que ao implementarmos na escola a nossa modalidade desde cedo nas camadas mais novas iremos conseguir cativar mais atletas, contribuindo assim para uma base sólida de desenvolvimento e crescimento do judo.

A Cereja…

Mas a cereja no topo do bolo deste 2022 é sem dúvida o TREINO ASSOCIATIVO! A existência (e consistência) de todas as semanas (3ª feira), no mesmo sítio (Jamor) e à mesma hora (19h30), de um treino associativo para Cadetes, Juniores e Séniores mostrou ser, sem sombra de dúvida, uma mais-valia para todos. Proporciona um encontro semanal entre atletas e treinadores de clubes diferentes, demonstrando ser um factor benéfico para o Judo Nacional.

Com uma forte adesão da maioria dos clubes de Lisboa, os treinos associativos tiveram também a participação de atletas de outras associações (Santarém, Açores) e de outros países, com a presença de Selecção Nacional angolana de judo na preparação do circuito competitivo africano.

O treino associativo da ADJL é um treino aberto e sem obrigatoriedade, e sempre com apoio médico durante todo o período de treino. A maioria destes treinos tem sido conduzida pelo treinador Nelson Brás.

Combate ganho..

O ano de 2022 reflectiu a nossa dinâmica e profissionalismo como equipa. Nem tudo correu como o esperado. Nem tudo teve a recepção e adesão que gostaríamos, mas acredito, como presidente da ADJL e como parte de uma equipa de carácter próprio e única na maneira de ver as coisas, que vamos conseguir concretizar os nossos objectivos.

2022 foi um combate ganho!

(*) Carolina Costa, Presidente da direção da ADJL

Fotos cedidas por ADJL | Editado CR-JM

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *