Catarina teve fé no uchi-gari em terra santa

A atleta da Académica de Coimbra conquistou a medalha de bronze no Masters de Jerusalém

João Neto, treinador da AAC, estará em melhores condições para avaliar os fatores de sucesso que permitiram a Catarina Costa chegar ao pódio num Masters que envolve grande parte dos melhores judocas do mundo. Mas arriscando os resultados de uma observação direta e uma abordagem empírica dos diversos combates que a judoca de Coimbra foi vencendo até chegar a Boukli, atual campeã da Europa e segunda do ranking mundial, constatamos que há uma nova eficácia na forma de combinar as técnicas de ataque. A sua variedade estrutura um quadro de maior imprevisibilidade para as adversárias que têm agora abordagens mais preventivas que num passado recente

O já persistente seoi-nage (morote, eri) aparenta estar a ser aplicado mais baixo, quando Catarina consegue entrar, quase de joelhos. O Tomoe-nage mais variado nas direções surge também mais enrolado, como se a atleta se arredondasse como um ouriço-caixeiro e finalmente o uchi-gari que é executado à distância suficiente para não correr riscos de contra-ataque (veja-se como Cysique perdeu com Deguchi na final dos -57 kg) mas que exige um lançamento e uma varridela da perna direita a 90 graus sempre muito complicado de realizar no tempo certo face à posição da perna esquerda da adversária.

Catarina é sempre um “osso duro de roer” e terá mesmo beneficiado da precipitação da árbitra central na atribuição da terceira penalização à atleta espanhola Abelenda Martinez que a afastou de forma prematura dos quartos-de-final, mas o mais relevante do percurso realizado é uma consistência tática que lhe permite ultrapassar a anterior previsibilidade do seu judo pelas adversárias colocando-a em desvantagem apesar da sua combatividade.

Uma medalha de bronze que resulta de aperfeiçoamento não é só uma medalha é sobretudo a confirmação de um caminho que certamente levará a atleta de Coimbra aos Jogos Olímpicos de Paris em 2024.

Fotos IJF

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *