30/05/2024

João Fernando afirma-se no Circuito Mundial e soma e segue com desempenhos de qualidade

Muki (ISR), em casa e apoiado pelo seu público, regressa às vitórias

João Fernando vence Tckaev (AZE) na repescagem

Foi precisamente Sagi Muki de Israel que impediu que João Fernando rumasse para as meias-finais e consequentemente tivesse de realizar um percurso de repescagem para disputar a medalha de bronze que acabou por não conquistar.

A vitória de Anri Egutidze sobre Muki nos Europeus disputados em Lisboa em Abril 2021 veio-nos à memória e a esperança da reedição de uma vitória lusa chegou a invadir timidamente o nosso subconsciente. E justificava-se. A recente vitória alcançada pelo atleta internacional do Sporting Clube de Portugal sobre o neerlandês De Witt indicou-nos que a afirmação de João Fernando no Circuito Mundial na categoria de peso -81 kg é um facto indesmentível. Tel Aviv, com a 5ª posição hoje alcançada veio apenas reforçar essa convicção.

Percurso com vitória importante no Golden Score

A FPJ sistematizou o percurso de João Fernando (-81 kg) nos seguintes termos: começou a sua prestação na segunda eliminatória, perante o nº4 do ranking mundial, Guilherme Schimidt (atual Bicampeão Panamericano), do Brasil. Após um início equilibrado, com o brasileiro a confirmar o favoritismo com mais iniciativa, o português surpreendeu a 6 segundos do fim, pontuando o ‘wazari’ que confirmou a primeira vitória na prova. Dominou no confronto seguinte, contra o alemão Tim Gramkow (27º), alcançando o segundo triunfo após pontuar dois ‘wazaris’. Nos quartos-de-final, encontrou o atleta da casa, Sagi Muki (25º, Campeão Mundial em 2019). Apesar do apoio das bancadas, o combate foi bastante disputado, com ataques de parte a parte, mas o experiente israelita confirmou a vitória por ‘ippon’ a um minuto e vinte e três segundos do fim. Discutiu o acesso ao bloco de finais com o azeri Zelim Tckaev (21º, Bronze no Grand Slam de Abu Dhabi 2022). Após quatro minutos equilibrados, o tempo regulamentar terminou sem pontuações no marcador. O judoca luso foi crescendo, com mais iniciativa, mas foram precisos mais quatro minutos e dezoito segundos de ‘golden score’, numa altura em que ambos os atletas se mostravam fatigados, para o português conseguir a projeção que lhe valeu ‘wazari’. No seu último e derradeiro combate, contra François Gauthier Drapeau (13º do mundo, recém-medalha de bronze no Grand Slam de Paris), o atleta luso começou melhor, com o canadiano a somar dois ‘shidos’, mas pouco depois não conseguiu evitar o ‘ippon’ do judoca do Canadá. Com este resultado, João Fernando alcança um honroso 5º lugar.

A competição termina este sábado, 18 de fevereiro, dia dedicado às categorias mais pesadas, nomeadamente, -78 kg e +78 kg femininas e -90 kg, -100 kg e +100 kg masculinas. Patrícia SampaioRochele Nunes e Jorge Fonseca são 3 Atletas que encerram a participação portuguesa na prova. As eliminatórias têm início marcado para as 11h00 locais (09h00 em Portugal Continental).

João Fernando no termo do combate com Muki

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *