19/06/2024

Sporting estudou bem a lição e venceu na cidade dos estudantes

Sporting e Algés revalidaram títulos em masculinos e femininos enquanto que a Universidade Lusófona cedeu um dos terceiros lugares à Académica de Coimbra

Se quisermos falar de surpresas, na prova de equipas, teremos que sinalizar a terceira posição da Associação 4 Judo Project, em femininos, um clube jovem de Aveiro que já tinha mostrado trabalho nas competições nacionais de escalões inferiores e que consolida a sua presença junto dos clubes mais consagrados como o Algés e a Escola de Judo Ana Hormigo.

Sporting, Sintrense e Algés

A disputa entre o Sporting e o Sintrense na final já se tornou um ritual e a confirmação do Algés e Dafundo como o coletivo que obtém melhores resultados no conjunto da prova de equipas ao ser campeão nacional femininos e terceiro nos masculinos, revela que a dita especialização “feminina” do clube não tem provas em apoio.

O próprio clube não esquece os reforços que possibilitaram as conquistas da jornada “Em jeito de balanço do dia de hoje, queremos agradecer ao Judo Clube do Algarve, ao Judo Clube de Portugal e à Fundação Salesianos pelos atletas “emprestados” e sobretudo pela amizade e companheirismo!!!

Hoje viveu-se mais um dia de grande espírito de equipa e estamos todos muito orgulhosos das nossas Campeãs Nacionais e dos rapazes que repetiram o bronze do ano passado!”.

Os clubes estreantes

Uma coisa é certa a perceção que a competição por equipas reforça todos os coletivos sem exceção, no plano técnico mas também comportamental, surge como uma verdadeira mais-valia para o conjunto da modalidade.

A sinalizar também as estreias. Os clubes que participaram pela primeira vez num Nacional de Juniores. É o caso do Mem Martins que contou também com reforços de amigos e clubes parceiros “O dia que marca a primeira participação do Mem Martins Sport Clube no Campeonato Nacional de Equipas Juniores. Participámos com 4 jovens cadetes e 2 juniores de primeiro ano. O João, o Jonas, o Pedro e o Lucas tiveram a companhia do amigo Miguel da Judo Force e da JUDO RS” adianta o clube nas redes sociais.

O império do leão

Quanto ao grande vencedor da jornada, o Sporting Clube de Portugal que revalida o seu título perante um Sintrense muito competitivo, pode-se afirmar que a equipa é um autêntico coletivo e que na altura certa o leão mostra as suas garras. Muita concentração, experiência nos momentos decisivos e disponibilidade para ouvir e aplicar as recomendações do banco, um conjunto de qualidades que fazem do campeão nacional uma autêntica estrutura de judo inteligente.

Académica e EJAH

A Académica conseguiu ocupar a terceira posição que no ano passado foi conquistada pela Universidade Lusófona e confirmou que os seus atletas em masculinos apresentam um excelente nível competitivo. Não apresentou equipa em femininos e não colocou nenhuma atleta no pódio em individuais mas sai da prova nacional com uma medalha de bronze que, não nos esqueçamos, foi realizada em Coimbra, na sua casa.

Já a Escola de Judo Ana Hormigo que conquista a 3ª posição em femininos surge na posição inversa do clube anfitrião, já que a sua presença no pódio nos individuais também se limita às atletas femininas.

Sintrense

Omnipresente em quase todos os tapetes o clube de Sintra assume uma posição cada vez mais relevante nas provas nacionais e termina as jornadas de Coimbra com conquistas valiosas destacadas pelo próprio clube nas redes sociais “Foi um fim de semana repleto de ação. Hoje, o Sport União Sintrense esteve novamente em destaque no Campeonato Nacional de  Equipas juniores. A Nossa equipa júnior masculina sagrou-se pelo 2° ano consecutivo Vice-Campeã. As provas de equipas trazem sempre boas emoções e reforçam o espírito de equipa e de interajuda entre os atletas”.


Fotos © FPJ

RESULTADOS NACIONAL EQUIPAS JUNIORES 2023
MASCULINOS
1º Sporting Clube de Portugal
2º Sport União Sintrense
3º Sport Algés e Dafundo
3º Associação Académica de Coimbra

FEMININOS
1º Sport Algés e Dafundo
2º Judo Clube Pragal
3º Associação 4 Judo Project
3º Escola Judo Ana Hormigo

RESULTADOS NACIONAL INDIVIDUAIS JUNIORES 2023
MASCULINOS


-60KG
1º Gonçalo LAMPREIA, SUS
2º Carlos COSTA, SCP
3º João MARTINS, ACMC
3º Joaquim ROVIRA, AAC

-66KG
1º Miguel GAGO, AAC
2º Bernardo FERNANDES, ACMC
3º Pedro HORTA, ULHT
3º Henrique FERREIRA, SCP

-73KG
1º Otari KVANTIDZE, SCP
2º Tomás GOMES, SUS
3º Afonso FARIA, AAC
3º Gonçalo CABRAL, ULHT

-81KG
1º Filipe ALMEIDA, SUS
2º Rodrigo PIRES, SLB
3º Daniel SERATILA, SUS
3º Manuel BAPTISTA, JCPt

-90KG
1º Pedro LIMA, SAD
2º Manuel MONGE, SCP
3º Francisco PEREIRA, EJC
3º Diogo LUIS, SCP

-100KG
1º Guilherme SILVA, GRGc
2º Max MZYAR, CNSu
3º Leonardo CORDEIRO, JCJc
3º Romeu GUERREIRO, CASJ

+100KG
1º José CUNHA, JCMo
2º Bruno TAVARES, SLB

FEMININOS


-48KG
1º Inês FARIA, SUS
2º Iara HENRIQUES, A4JP
3º Constança ALVES, SCBM
3º Matilde GONÇALVES, EJAH

-52KG
1º Mariana MÁXIMO, SCP
2º Iracema MANARTE, ADJF
3º Mariana PEREIRA, ADJF
3º Catarina SILVA, AJAm

-57KG
1º Maria SILVEIRA, SAD
2º Maria DIAS, CRCh
3º Beatriz DUARTE, JCPr
3º Sofia PASSÃO, JCPr

-63KG
1º Mafalda SILVA, CJRG
2º Adriana TORRES, EJAH
3º Joana MORGADO, JCVa
3º Leticia MARTINS, SAD

-70KG
1º Taís PINA, SAD
2º Ana QUEIRÓS, Manh
3º Joana MORGADO, JCVC
3º Luísa SANTOS, VFC

-78KG
1º Patrícia DIAS, JCPr
2º Mónica MENDONÇA, ADJF

+78KG
1º Rosa MANÉ, JCAl
2º Maria COLITO, EJC
3º Ana Silva, Manh

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *