Luanda está a viver as sensações da alta competição

Na Arena do Kilamba a festa do judo é feita com vibrações angolanas

São quatro dias intensos de competição, 6,7,8 e 9 de abril, aos quais se seguirá, entre 10 e 14, o Campo de Treino Internacional que contará com a presença de Renato Santos Kobayashi, convidado especial da Federação Angolana de Judo.

A Arena do Kilamba, o Pavilhão Multiusos de Luanda localizado em Quilamba, na cidade de Belas, com capacidade para 12.720 pessoas, construída para receber o Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins de 2013 surge como um espaço desmedido para uma prova inicial do judo angolano a nível internacional. Mas a intenção é positiva já que pretende-se valorizar a modalidade atribuindo-lhe capacidade futura para grandes eventos em grandes espaços.

Os cadetes abriram o Open de Luanda apenas com atletas locais e seguiram os juniores e os seniores que ainda dispõem de uma jornada para encerrar o torneio internacional.

Para Renato S. Kobayashi, treinador do Sport União Sintrense – Clube de Judo, a presença nesta iniciativa torna-se particularmente gratificante por diversas razões “Estamos em África e nem tudo funciona, em termos de organização como nas provas europeias, mas no final acaba tudo por correr bem e sobretudo surgem situações que envolvem um grande espírito de cooperação que inevitavelmente se transformam posteriormente em amizades entre os envolvidos” adiantou-nos Renato S. Kobayashi que acompanha o evento de perto.

“Estou a interagir com equipas de arbitragem nas quais estão incluídos árbitros olímpicos que estão a fazer um trabalho extraordinário. A União Africana de Judo está a apoiar esta iniciativa em Luanda de forma muito empenhada. Organizaram seminários para os árbitros e procuram que tudo seja realizado com rigor. Ontem, depois da prova, ainda tiveram uma reunião técnica com o Responsável da Arbitragem da UAJ. Estavam todos exaustos mas tiveram que participar numa reunião de uma 1h no hotel” relatou-nos o treinador sintrense que está a registar as diversas especificidades da organização do judo africano, não porque o desconheça totalmente já que muitos dos atletas da seleção angolana estiveram a treinar no SUS nas últimas 3 semanas, mas porque pretende orientar o Estágio que se seguirá às provas com o melhor conhecimento de causa possível.

Na jornada de hoje em algumas categorias de peso confirmou-se a favoritismo de atletas de outros países como Dabonne Zoulhela Abzeta (-57 kg) da Costa de Marfim (que perdeu no dia 2 de abril contra Telma Monteiro em Antalya) e de Sonko DioDio(-52 kg) do Senegal, que venceram as respetivas provas, mas também se confirmaram as expectativas em relação a competidores e competidoras angolanas que terminaram na primeira posição no pódio (Mucungui Diassonema -63 kg, Leonardo de Sá Menezes -48 kg kg e Pedro Edmilson -66kg).

Fotos © R. Kobayashi

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *