13/07/2024

800 atletas deram vida às jornadas da AJDL em Colares

O judo em Lisboa teve ao longo do mês de maio um programa recheado de encontros e emoções

Provas decorreram no Complexo Desportivo da União Mucifalense

Neste domingo 21, já quase a fechar maio, encerraram as competições de um ciclo que teve início logo nos primeiros dias do mês e que envolveram, segundo Jorge Firmino da Academia de Judo Mucifalense “cerca de 800 atletas de todos os escalões que saíram daqui com a confiança redobrada atendendo à forma como foram recebidos numa localidade fora da grande cidade”.

Foram juvenis, cadetes, juniores, seniores, veteranos e atletas cegos ou com baixa visão que disputaram zonais e provas abertas (Open) tendo havido uma boa participação e em algumas situações uma presença, sempre de registar, de atletas do projeto olímpico ou medalhados em provas internacionais.

“O bem-receber constitui uma base para colocarmos todos os presentes em pé de igualdade, promovendo durante todas as jornadas um espírito de cooperação e de entendimento entre todos os participantes” destacou o responsável pela organização operacional Jorge Firmino que esteve sempre em ação no apoio à AJDL – Associação de Judo do Distrito de Lisboa, instituição responsável por todas as atividades,

A Presidente da AJDL, Carolina Costa, e todo o staff do judo lisboeta encerraram as jornadas com o sentimento de dever cumprido, tendo aproveitado para valorizar junto de várias entidades do território, presentes no evento, os progressos da modalidade no Distrito de Lisboa. O judo nas escolas, nos colégios, no desporto escolar, nas freguesias e em inúmeros clubes tem vindo a registar uma progressão que as famílias e até os professores destacam como muito positivo para o desenvolvimento dos mais jovens.

Por sua vez, Jorge Firmino enalteceu a relação do judo com a economia local, dando destaque aos apoios das empresas a este tipo de eventos porque “estas já consideram que a dinâmica desportiva e social que a modalidade provoca cria condições para uma imagem dinâmica do concelho e para as atividades económicas este aspeto é muito importante” pormenorizou Jorge Firmino à Judo Magazine.

Um balanço positivo das jornadas de maio, sendo certo que este modelo de concentração de provas no mesmo mês apresenta algumas dificuldades, de participação e de organização, mas revela também enormes potencialidades no reforço da cultura do judo como um desporto individual que se pratica coletivamente.

Entidades do concelho de Sintra estiveram presentes no certame

Fotos © Academia de Judo Mucifalense

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *