13/07/2024

Janeiro de bronze ficou na Primavera do Título

Atleta do Sintrense venceu categoricamente o seu opositor na disputa da medalha de bronze em Coimbra

Rodrigo Janeiro, medalha de bronze em Coimbra na Taça Europeia de Cadetes

Um percurso muito seguro, com vitórias por ippon nos combates travados até à meia-final, Rodrigo Janeiro salvou a honra da casa ao subir ao pódio no final de uma jornada marcada pelos fracos resultados, na sua globalidade, para os atletas lusos.

Estamos num escalão no qual coabitam de forma ziguezagueante a “aquisição de experiência” e a “procura de resultados” e, hoje, podemos afirmar que foi a experiência que prevaleceu em detrimento das medalhas.

Rodrigo Janeiro foi desta forma exceção ao ter atingido o bloco das finais e ter ficado à beira da final da categoria de peso fétiche dos -66 kg.

“O Rodrigo teve uma excelente prestação. Venceu com vantagens máximas os seus adversários até chegar à meia-final. Foi o único competidor a marcar wazari contra o vencedor da prova, o moldavo Croitoru. Podia ter ido mais longe, mas não aconteceu por razões que não vale a pena comentar. Já no combate contra o italiano Bicorgni, para a atribuição da medalhas de bronze, foi uma vitória sem história, com um wazari seguido de imobilização” adiantou-nos o treinador Renato Kobayashi no rescaldo da conquista da medalha de bronze por Rodrigo Janeiro, atleta do SUS-Sport União Sintrense.

“Acaba por saber a pouco tendo em conta a possibilidade real que houve do Rodrigo disputar a final contra o atleta britânico. Mas estamos felizes com esta medalha que foi conquistada com todo o mérito” concluiu o treinador do Sintrense que aguarda agora pela segunda jornada da Taça Europeia de Cadetes na qual os atletas mais pesados irão entrar em cena no Pavilhão Mário Mexia em Coimbra.

Rodrigo Janeiro ultrapassou o seu adversário belga

Fotos © UEJ – Miguel Galhardas

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *