16/06/2024

Saltar as barreiras e subir ao pódio

Maria Silveira, Rodrigo Janeiro e Tiago Coutinho com expectativas elevadas para o Europeu de Cadetes

Rodrigo Janeiro, Maria Silveira e Tiago Coutinho em Odivelas

Para Rodrigo Janeiro este Campeonato da Europa é particularmente importante. O jovem atleta do Sintrense, sempre muito concentrado ao longo de toda a conferência de imprensa de apresentação do Campeonato da Europa de Cadetes que irá ter lugar em Odivelas, esboçou um largo sorriso quando se falou de objetivos e resultados para a prova “Para mim vai ser um grande teste. Tenho ficado nas provas internacionais em posições positivas mas no acesso às medalhas tem havido uma espécie de barreira que preciso de transpor. Esse vai ser o meu objetivo”.

E referindo-se ao Europeu de forma específica adiantou “O que eu sinto neste momento é que o Campeonato da Europa, sendo em casa, vai sempre dar mais força aos atletas. O impulso virá do público, dos treinadores, no fundo de toda a gente. Estou à espera de um bom resultado, treino muito para que isso aconteça. Nas provas anteriores tenho batido na trave da meia-final. Espero que aconteça um desbloqueio e poder ser Campeão da Europa”.

Quanto a Maria Silveira, que traz consigo resultados nas provas internacionais muito animadores, confessou “Pode sempre acontecer alguma coisa. Temos de contar com isso. mas tenho trabalhado muito e conto com um bom resultado. Se não acontecer nenhum imprevisto o ouro pode acontecer. O trabalho está feito. Já dei o meu melhor para chegar aqui., não só este ano mas também nos anos anteriores”.

Quanto a Tiago Coutinho, a parte das emoções é fundamental “É nas meias-finais que se sente essa pressão emocional particularmente intensa. Poder aceder à final é algo que mexe connosco. É sempre uma ansiedade extra, as pulsações aceleram e muitas das vezes é nessa fase que temos problemas, como já me aconteceu. O meu objetivo nesta prova é controlar essas situações e mesmo com o stress e a pressão que vão existir, ultrapassar-me e obter o melhor resultados possível”.

Uma grande maturidade revelada por estes jovens atletas cadetes que querem fazer o seu melhor mas não se deixam embarcar no discurso fácil dos triunfos e das medalhas antecipadamente conquistadas.

Expectativas elevadas mas muita ponderação na projeção de resultados finais

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *