Atrevo-me a dizer que o Masters é mais difícil que o Mundial

VEM AÍ O MASTERS! – Rochele Nunes a caminho de Budapeste

ENTREVISTA Falámos com Rochele Nunes sobre o Masters. Já falta pouco e as atletas e os atletas de topo sabem da importância da prova para os objetivos olímpicos. Mas, como dá a entender Rochele com o seu bom humor e espírito descontraído, há mais provas até Paris 2024.

Rochele Nunes irá competir em +78 kg em Budapeste

“As expectativas são boas, apesar de em termos de quantidade não temos um grande número de participantes.

Acredito que a qualidade para esta prova está a ser muito boa. O judo português tem tido ótimos resultados em todos escalões e isso é fruto de muito trabalho principalmente dos atletas.

O Masters é uma competição sobre a qual me atrevo a dizer que é mais difícil que o Mundial, isto porque não existem combates fáceis, o que valoriza muito a medalha.

Para esta equipa, que está no último ano de preparação e de afirmação, procurando preencher as vagas para os Jogos Olímpicos, esta competição tem um peso muito grande na conquista de pontos para o ranking olímpico. Mas ao mesmo tempo há que pensar que ao longo do ano tudo pode acontecer.

Assim, há que seguir em frente focada nos objetivos e, claro, trabalhar muito”.

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *