Catarina Costa e Telma Monteiro na periferia das medalhas em Budapeste

MATERS HUNGRIA 2923 – Japão conquista 3 medalhas de ouro e duas de bronze na 1ª jornada

Confirma-se a intensidade de uma prova que reúne os atletas melhor classificados no ranking mundial e na qual alguns favoritos reafirmam a sua condição mas, como é natural, outros ficam pelo caminho em fases inesperadas.

Tanaka (JPN) conquistou a medalha de ouro em -66 kg

Em masculinos Nagayama e Tanaka do Japão foram imperiais e conquistaram o ouro em -60 kg e -66 kg enquanto que em femininos, as medalhas de ouro foram repartidas por Japão (Koga), França (Buchard) e Canadá (Klimkait). Os japoneses marcaram as provas masculinas com o seu estilo e eficácia, já em femininos houve maior diversidade de atletas de outras nacionalidades a destacarem-se.

Catarina, Telma, e os outros

Rodrigo Lopes realizou um combate de grande qualidade contra Baratov chegando mesmo a dominar e a empurrar o seu adversário para os erros e as penalizações. No Golden Score, já numa fase adiantada, foi surpreendido com um uchi-mata, numa das poucas vezes que o vice-campeão do Mundo conseguiu dominar as pegas ao seu jeito.

Maria Siderot, no seu primeiro combate das eliminatórias, aparentava um ascendente sobre a sua adversária belga apesar de nunca ter sido ameaçadora com o seu seoi-otoshi. A atleta da Bélgica acabou por resolver o combate no chão e venceu com alguma facilidade.

Joana Diogo foi projetada nos primeiros segundos do combate contra a americana Angélica Delgado.

Entretanto Catarina venceu o seu combate contra Lee (KOR) e não voltou a vencer, tendo tido a oportunidade, na repescagem, de ir à procura do bronze. Afastada por Koga (JPN) nos quartos-de-final e ultrapassada por Scutto (ITA) que viria a conquistar o bronze, Catarina aproximou-se da zona das medalhas mas ficou-se pela periferia. O mesmo aconteceu com Telma Monteiro, que teve que vencer mais um combate que Catarina Costa, ultrapassou a canadiana Deguchi, que é campeã do mundo, e que se lesionou na parte final do combate, lesão que a incapacitou para o confronto pleno com a campeão Portuguesa.

Faltou a presença na disputa da medalha de bronze, para ambas, para destacar uma presença que acabou por ser positiva.

Foto © IJF

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *