21/05/2024

BBC – Brito, Brites e Crisóstomo, um canal dourado

Em Gaia, apesar do nível médio da prova, houve judo de qualidade

A Taça Kiyoshi Kobayashi, no seu enquadramento europeu Gaia Senior European Cup, ganhou uma nova dignidade e atraiu à margem sul do Porto 206 atletas de 26 países, por sinal dos 5 continentes. Com o Mundial de Cadetes – Equipas Mistas a decorrer em simultâneo em Zagreb na última jornada, a prova contou com a presença do Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Correia, que regressou à sua terra num fim de semana desportivo particularmente intenso a nível nacional e internacional.

Raquel Brito, na final da categoria de peso de -48 kg, foi a primeira medalha de ouro em Gaia

Raquel Brito; Diogo Brites e Joana Crisóstomo conquistaram a medalha de ouro das respetivas categorias de peso, -48 kg, -100kg e -70 kg, sendo caso a destacar a vitória da atleta da Lusófona sobre a sua colega de seleção, Tais Pina, do Sport Algés e Dafundo na final dos -70 kg e o excelente desempenho de Diogo Brites que venceu o neerlandês Vissers na final. Quanto a Raquel Brito, que venceu numa categoria de peso muito despovoada, importa salientar que apesar de ter um estatuto de favorita, teve que realizar um percurso exigente, conquistando o ouro apenas no seu quarto combate contra a argentina Reisy Perafan.

Ao mesmo tempo que podemos observar práticas de judo de competição do tipo “mergulha para o chão e puxa para ver se outro cai”, uma espécie de flagelo de um novo judo defensivo que conta com o arsenal de “shidos” para vencer combates, paralelamente constatamos existirem atletas bem preparados que realizam combinações, passam do uchi-gari para o uchi-mata, atacam o-soto-otoshi e mudam na execução para O-Goruma, antes de tentarem o makikomi, movimentam os adversários com uchi-ko-uchi. Miguel Galhardas que realizou uma excelente cobertura fotográfica da prova é testemunha desta segunda corrente no judo de competição com várias imagens dos combates, que aqui reproduzimos.

Importa sinalizar as medalhas de prata e de bronze de atletas que ficaram à beira de um excelente resultado tais como Emerson Silva (-60 kg), Thelmo Gomes (-73 kg) e Taís Pina que conquistaram a medalha de prata. Anri Egutidze e Jimena Esparza classificaram-se em terceiro lugar.

Fotos © MIGUEL GALHARDAS / UEJ

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *