21/05/2024

José Manuel Bastos Nunes, uma despedida suave

Referência incontornável do judo nacional era considerado um brilhante tecnicista

O judo em Portugal perdeu uma das suas principais referências em termos históricos, técnicos, desportivos e pessoais. José Manuel Bastos Nunes, 9º DAN, já não se encontra entre nós.

José Manuel Bastos Nunes foi um dos elementos do núcleo inicial de praticantes da modalidade que lhe deu solidez e consistência técnica e organizativa numa relação muito próxima e determinante com Kyioshi Kobayashi, na fase da estruturação e pré-massificação do judo em Portugal.

Medalha de Mérito Desportivo, condecoração civil portuguesa que se destina a galardoar serviços prestados ao Desporto por nacionais e estrangeiros e os desportistas que obtenham para Portugal classificações notáveis em competições estrangeiras, foi homenageado pelo governo português pelas mãos do então Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

Foi também homenageado pela Federação Portuguesa de Judo no dia 10 de junho de 2017 por ocasião do seu 80º aniversário, em Odivelas. Foi-lhe atribuída a Medalha e o Emblema de Mérito da FPJ.

“No fundo, eu fui professor de todos os judocas portugueses. Se não foram directamente meus alunos, foram-no indirectamente. Todos têm dentro de si uma quota-parte do mestre Bastos Nunes e do mestre Kobayashi. Eu sou o mais antigo, por isso fui professor dos professores dos judocas mais novos, ou até professor dos professores dos professores” adiantou numa entrevista Bastos Nunes como Presidente Honorário da Comissão Nacional de Graduações.

No plano desportivo José M. Bastos Nunes conquistou medalhas e títulos nacionais desde 1960 e uma medalha internacional no primeiro torneio Lisboa-Madrid. integrou as primeiras seleções nacionais a competirem em campeonatos da Europa e no Mundial de 1961.

“Praticar judo é educar a mente a pensar rápido e com precisão. Bem como o corpo a obedecer com justeza, porque o corpo é uma arma cuja eficiência depende da precisão com que eu uso a inteligência” adiantou Bastos Nunes numa entrevista ao CM na qual afirmou também “Sou a pessoa mais rica do Mundo. Tenho muitos amigos”.

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *