21/05/2024

Tínhamos uma grande amizade e a caça veio reforçar a nossa cumplicidade

JMBN – Lopes Aleixo recorda uma amizade que durou até hoje

“Conheci-o em 1962 quando foi dar aulas para o Colégio S. João de Deus. Eu era o mais velho e comecei a funcionar como seccionista. Essa situação levou a que entre nós os dois se tivesse criado uma grande amizade” adiantou-nos António Lopes Aleixo, uma figura central do judo português que para além do seu percurso como judoca foi Presidente da Federação Portuguesa de Judo (e da qual é Presidente Honorário).

“A caça era uma paixão comum. Apesar de ter mais seis anos que eu, entendíamo-nos à perfeição. Sim, uma grande amizade. Mas recordo quando vim para Lisboa para terminar o 7º ano, só tinha uma disciplina a concluir, treinávamos das 10h da manhã até à noite. Depois comecei a ajudá-lo nas aulas e foi uma vivência única” recordou Lopes Aleixo ainda emocionado pelo desaparecimento daquele que foi o seu mestre de sempre.

” Era um tecnicista, herdou de Kiyoshi Kobayashi essa faceta. A sua execução era sempre muito rigorosa!” completou Lopes Aleixo, um amigo de sempre de José Manuel Bastos Nunes.

António Lopes Aleixo, Presidente Honorário da Federação Portuguesa de Judo, condecorado com a Ordem Olímpica Nacional.

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *