20/05/2024

Judo Clube de Ponta Delgada foi valorizado no parlamento regional

NOTÍCIAS DOS CLUBES – Aprovado voto de congratulação por ocasião dos 50 anos do clube

Colaboração de José MB Araújo

Foto de arquivo da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Será desta?

O parlamento açoriano reconheceu por unanimidade o serviço prestado aos Açores pelo Judo Clube de Ponta Delgada.

Ao longo dos seus 50 anos de existência o JCPD construíu uma marca e uma cultura própria, formou muitos campeões, mas sobretudo, campeões para a vida. Foi e é uma escola onde se apoia o desenvolvimento do caráter dos seus atletas.

O JCPD foi fundado em Fevereiro de 1974 precedendo a Associação de Judo do Arquipélago dos Açores. Dirigentes do clube contribuíram para a fundação da AJAA em Janeiro de 1979.

Durante muitos anos o JCPD foi uma referência central na prática da modalidade nos Açores e muitos treinadores micaelenses iniciaram a sua prática do judo na escola do clube, Assim O JCPD, direta ou indiretamente, está ligado à fundação de novos clubes na ilha. Atualmente a sua ação circunscreve-se a Ponta Delgada contudo não deixou de ser uma referência quer nos Açores quer a nível nacional.

A congratulação registada na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, que reuniu na cidade da Horta, valorizou acima de tudo o trabalho de um coletivo, contudo figuras houve que deram e continuam a dar um forte contributo para a identidade do clube. Destas importa destacar uma personalidade incontornável do judo nos Açores, Masatoshi Ohi.

“O gesto de reconhecimento público por parte dos representantes eleitos pelos açorianos tocou fundo nos nossos corações. Estamos em crer que as palavras proferidas terão consequências práticas, ou seja, que o Governo Regional por vontade própria ou pela mão da Assembleia Legislativa irá desbloquear a cedência do terreno para a ampliação das instalações do JCPD e posteriormente contribuirá no esforço de concretização do projeto” concluiu JM Bettencourt Araújo exprimindo o sentimento e as expectativas dos dirigentes, treinadores e atletas do clube..

“Esse empenho deverá se tripartido envolvendo o Executivo regional, a Câmara Municipal de Ponta Delgada e o próprio JCPD que também assumirá as suas responsabilidades no processo” reforçou JMB Araújo que vaticinou ainda “Vamos ver se é desta vez que o Homem Sonha e a Obra Nasce”.

Foto de arquivio CCA Açores

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *