21/05/2024

Miguel Gago e Raquel Brito afastados na primeira ronda

Grand Slam de Paris arrancou com as categorias de peso mais leves

O adversário de Miguel Gago no combate da primeira ronda da prova parisiense, Walide Khyar (FRA), para além de se apresentar em casa num ambiente favorável apresentou um judo completo, com uma sistemática ligação pé-chão e uma dinâmica atacante que faz toda a diferença. Miguel Gago apresentou uma postura segura mas não conseguiu contrariar a dinâmica atacante do atleta gaulês.

Raquel Brito enfrentou Kurbonova do Uzbequistão e foi afastada por uma terceira penalização já no Golden Score depois de ter algum ascendente no combate no chão, um terreno no qual a atleta algesina se sente bem. Na reta final esteve em risco de perder por estrangulamento, com Kurbonova a rodar persistentemente e a controlar a posição da lapela do judogi no pescoço da atleta portuguesa, mas Raquel Brito demonstrou, aqui também, força de vontade e técnica de trabalho no chão que impediram a vitória na ocasião da atleta asiática.

Maruyama imperial

O combate entre favoritos, logo na primeira ronda, opondo Maruyama (JPN) e Fabio Basile (ITA) teve por desfecho uma vitória inquestionável do atleta nipónico. Pontuou wazari com um uchi-mata à esquerda de execução brilhante e terminou com um juji-gatame oportuníssimo, demonstrando que um judo completo marca a diferença. Basile que tem um judo rápido e ofensivo não conseguiu contrariar a dinâmica de Maruyama que combinou a prudência face ao atleta transalpino com a execução segura no momento certo.

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *