GRAND PRIX ALMADA | 28-30 janeiro 2022

As dúvidas eram poucas. Predominou ao longo da jornada uma convicção não-revelada que a medalha de ouro da categoria de -100kg não poderia escapar a Jorge Fonseca. Mas no judo, como noutras modalidades desportivas, a arrogância da vitória antecipada é má conselheira. Mas, em Almada, o sonho concretizou-se. E de uma maneira tão espetacular quanto inimaginável. Fonseca é rei e senhor no judo em Portugal.

O público transformou o Grand Prix numa grande festa. Jorge Fonseca transformou o judo num grande caleidoscópio de emoções, de alegria incontrolável e de simbiose com os adeptos que o adoram.

Logo nos primeiros ataques, os que já são habituais na entrada em qualquer combate do campeão do mundo, Fonseca deu nota de uma superioridade absoluta. O atleta suíço, com pouca experiência, adoptou a pior das posturas face ao potencial de alavanca do judoca português. E assim foi. No minuto inicial surgiu o IPPON que deu a vitória ao judoca das emoções no plano nacional mas também internacional.

Jorge Fonseca é uma atleta planetário. Apoteótica esta vitória e celebração em Almada.

Please follow and like us:
error
fb-share-icon

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.