21/05/2024

Espetadores com a fita de S. Jorge expulsos do Mundial de Doha

Russos afirmam que se trata de uma provocação da Ucrânia

Judo Magazine. Com InsidetheGames e IJF

Os judocas russos e bielorrussos foram banidos das provas internacionais de judo em consequência da invasão da Ucrânia pela Rússia. Entretanto, no mês passado, a IJF – Federação Internacional de Judo permitiu o seu regresso com um estatuto especial de atletas em representação individual e com posições neutras face ao conflito.

A Ucrânia respondeu à decisão da FIJ de readmitir atletas dos dois países boicotando o Campeonato do Mundo, que conta de forma muito especial para a qualificação para as Olimpíadas de Paris 2024.

Três espetadores assistiram das bancadas aos combates ostentando fitas de S. Jorge. O emblema laranja e preto é visto por muitos ucranianos como um símbolo da agressão russa e é proibido em vários países europeus.

Um porta-voz da Federação Internacional de Judo (IJF) informou que os indivíduos foram expulsos e tiveram sua entrada negada até ao termo do torneio

Russos reagiram com denúncia

A deputada da Duma, Svetlana Zhurova, afirmou entretanto que a expulsão de espectadores que usavam um símbolo militar russo nas bancadas do Campeonato Mundial de Judo em Doha, no Qatar, é “mais uma provocação da Ucrânia” com o objetivo de “pressionar ainda mais o nosso isolamento”.

Falando à agência de notícias estatal oficial da Rússia, TASS, Zhurova, campeã olímpica de patinagem de velocidade, sugeriu que os organizadores só agiram depois de tomarem conhecimento de um post de Beleniuk no Instagram. De facto uma imagem dos três fãs, usando a Fita de São Jorge, foi postada nas redes sociais pelo campeão olímpico ucraniano de luta livre e membro do Parlamento, Zhan Beleniuk.

“Os próprios organizadores dificilmente teriam notado as fitas de São Jorge”, disse Zhurova.

A Federação Russa de Judo (FDR) afirmou que “todos” estavam “felizes” com o regresso dos atletas do seu país e o presidente do FDR, Sergey Soloveychik, disse à TASS: “Soubemos desse incidente apenas pela media e, na minha opinião, há uma componente provocatória na sua organização”.

A deputada da Duma, Svetlana Zhurova

Com InsidetheGames e IJF

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *