A vez dos juniores

INTERNACIONAL | Campeonato da Europa de Juniores – Luxemburgo

São dezoito atletas que no Luxemburgo vão lutar por lugares cimeiros e ganhar experiência internacional. Não se encontram todos no mesmo patamar porque há um histórico de participações anteriores que indica que a referência à luta pelo pódio não surge como mera retórica e apresenta-se mesmo como totalmente legítima para aqueles e aquelas já foram medalhados em idêntica prova.

Os atletas convocados para o Campeonato que vai decorrer entre 9 e 12 de setembro respeitam uma paridade absoluta em termos de representação feminina e masculina (nove de uma e 9 de outra) e a diversidade das origens em termos de clubes é muito significativa. Nesta matéria Rodrigo Boavida que competirá em -90kg e representa o Judo Clube de Viseu é o atleta mais a norte da seleção sendo de um clube do Centro. A sul o Judo Clube de Pragal representado por Teresa Trindade e o Judo Clube do Pinhal Novo por Rafael Chambel são as coletividades da Península de Setúbal que escapam aos pilares geográficos de Coimbra, Castelo Branco e Lisboa, de onde vem a maioria dos atletas selecionados. Ao contrário da seleção de seniores que conta geralmente com uma maioria muito significativa de competidores do Sport Lisboa e Benfica e do Sporting Clube de Portugal, nenhum atleta destes dois clubes da capital integra o lote de participantes no Europeu dos próximos dias.

Porec de boas memórias

Joana Crisóstomo da Universidade Lusófona conquistou em Novembro de 2020, em Porec na Croácia, uma medalha de prata em -70kg e Raquel Brito, atleta do Sport Algés e Dafundo subiu ao 3º lugar do pódio, na categoria de -48kg.

Nas expectativas de bons resultados podemos inscrever vários outros atletas que, tendo participado no Europeu da Croácia, amadureceram entretanto e surgem agora com um potencial renovado.

Fotos © FPJ | Editado JM-Carlos Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *