A aventura do judo feminino

HISTÓRIA DO JUDO | Judo feminino – Ciclo José Pinto Gomes – treinador nacional

O judo feminino fez o seu caminho a nível interno e além-fronteiras. Um percurso cheio de peripécias e de alegrias, mas também de desilusões. Mas há algo de incontornável. No plano internacional, em muitas circunstâncias, as judocas da seleção arrebatam medalhas e posições no pódio que ultrapassam as dos seus colegas da equipa masculina.

Não se trata de uma competição entre homens e mulheres. Seria aliás uma abordagem totalmente despropositada. Mas uma coisa é certa, o percurso de sucesso apesar de tudo significativo realizado desde a primeira medalha de bronze conquistada por Justina Pinheiro, no Europeu de Gdansk (1994), reforçado pelo 3º lugar conquistado por Filipa Cavalleri no Campeonato do Mundo do Japão, em 1995, é fruto de muitas vontades e de muitas colaborações. O mérito passa em primeiro lugar pelas atletas, mas também pela Federação Portuguesa de Judo, pelos apoios técnicos e administrativos diversos e ainda pelos treinadores dos clubes.

Recuperamos, depois da referência, aliás muito incompleta, ao ciclo António Matias, na condução dos destinos do judo feminino em Portugal, que é particularmente valorizado por quem nele esteve envolvido, as fases anteriores que nos fornecem em termos metodológicos e de resultados um panorama global da evolução registada.

Estratégias descentralizadas

Importa referir que, numa fase inicial, algum do trabalho com os setores femininos da modalidade realizava-se em ações descentralizadas por todo o país. As concentrações em estágios que eram organizados nas diversas regiões facilitavam o envolvimento das judocas locais e proporcionavam às competidoras mais experientes novos quadros de treino que abriam portas a mais diversidade na sua preparação técnica e física.

Para além das atividades descentralizadas no país, a participação em estágios e competições internacionais, em diversos países na Europa, criou um novo patamar para o judo feminino que, muito rapidamente, encontraria novas protagonistas portuguesas no topo do judo internacional com destaque para a incontornável Telma Monteiro.

Resultados do ciclo orientado por José Pinto Gomes

De 1991 a 1996 José Pinto Gomes foi o treinador nacional, responsável pelas seleções de SENIORES FEMININAS, JUNIORES FEMININOS E ESPERANÇAS MASCULINOS

José Pinto Gomes

JOSÉ PINTO GOMES

Com uma licenciatura em Educação Física e Desporto e um mestrado em Gestão do Desporto, José Pinto Gomes, 67 anos, graduado em 7º DAN é Treinador de grau III. O seu clube actual é o Judo Clube Portugal. É atleta olímpico e em Montreal 1976, classificou-se em 7º lugar.

RESULTADOS

SENIORES FEMININOS

1991

Torneio Aberto de Londres, um 5º lugar.

1992

Torneio Internacional de Arlon, um 5º lugar.

Campeonato da Europa, um 5º lugar.

Jogos Olímpicos de Barcelona, um 7º lugar e um 9º lugar.

Torneio Internacional de Budapeste, um 5º lugar.

Torneio Internacional de Basileia, um 1º lugar.

1993

Torneio Internacional de Paris, um 3º e um 5º lugar.

Torneio Internacional de Budapeste, um 3º e um 5º lugar.

Torneio Internacional de Varsóvia, um 1º, um 2º e um 3º lugar.

Torneio Internacional de Roma, um 2º e um 5º lugar.

Torneio de Leonding, um 5º lugar.

Campeonato do Mundo, um 7º e um 9º lugar.

1994

Torneio Internacional de Paris, um 9º lugar.

Torneio Internacional de Munique, dois 9ºs lugares.

Torneio Internacional de Budapeste, três 3ºs, um 5º e um 9º lugar.

Torneio Internacional de Varsóvia, três 2ºs, um 3º e um 7º lugar.

Torneio Internacional de Roma, um 3º lugar.

Campeonato da Europa, um 3º e três 5ºs lugares.

1995

Torneio Internacional de Paris, um 5º lugar.

Torneio Internacional de Budapeste, um 5º e um 7º lugar.

Torneio Internacional de Varsóvia, um 1º, um 3º, um 5º e um 7º lugar.

Torneio Internacional da Holanda, dois 3º lugares.

Campeonato da Europa, um 5º lugar.

Torneio Internacional “Judoguis Dorados” (Cuba), um 2º e três 5ºs lugares.

Campeonato do Mundo, um 3º e dois 9ºs lugares.

Torneio Internacional de Basileia, um 3º lugar.

1996

Torneio Internacional de Moscovo, um 5º lugar.

Torneio Internacional de Paris, um 7º lugar.

Torneio Internacional de Munique, dois 5ºs lugares.

Torneio Internacional de Budapeste, um 7º lugar.

Torneio Internacional de Praga, um 5º lugar.

Torneio Internacional de Varsóvia, três 7ºs lugares.

Torneio Internacional de Roma, um 2º lugar e um 5º lugar.

Torneio Internacional de Cuba, um 3º lugar e um 5º lugar.

Jogos Olímpicos de Atlanta , Participação com uma atleta.

JUNIORES FEMININOS E ESPERANÇAS MASCULINOS

1991

Campeonato da Europa, um 2º lugar;

Primeiras Jornadas Olímpicas da Juventude Europeia, um terceiro lugar e um 5º lugar.

1992

Campeonato da Europa, um 3º lugar.

Torneio Internacional Roger Serzian (França), dois 3ºs lugares. T

orneio Internacional de Arlon, um 1º lugar.

1993

Torneio Roger Serzian (França), um 1º, dois 3ºs e um 5º lugar.

Torneio Internacional de Packs 1993, um 5º e um 7º lugar.

Campeonato da Europa, um 3º lugar.

1994

Torneio Internacional de Arlon, um 3º lugar.

Torneio Internacional de Packs, um 1º lugar.

Campeonato da Europa, um 7º lugar.

1995

Campeonato da Europa 1995, um 5º lugar.

Fonte dos resultados © José Pinto Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.