13/07/2024

Sol nascente na universidade

Seleção do Japão treinou na Lusófona e houve festa no tapete

“Ça pue! aujourd´hui”, esta era a expressão mais usada no Dojo Nacional da FFJDA – Federação Francesa de Judo, situado na Rua du Fauboug Sant-Denis, no início dos anos 70 em Paris, quando às quartas-feiras à noite todo e qualquer atleta federado, graduado no mínimo com o cinto castanho, podia participar nos treinos nacionais e, em certa medida, servir de “carne para canhão” para os campeões gauleses da altura. A referência popular ao suor que estava já a correr no tapete visava antes de mais sinalizar que a noite de treino ia ser intensa, puxada e desafiadora.

Foi esta expressão que me veio à cabeça ontem quando entrei no dojo da Universidade Lusófona e constatei que o espaço estava repleto e cheio de intensidade desportiva e humana. O treino, com a participação da seleção do Japão, iria ser igual a muitos outros, na sua estrutura, mas muito diferente para os diversos atletas participantes porque não é todos os dias que se acolhem atletas de tão elevado nível num clube local.

Rui Rosa foi esclarecedor nas suas palavras de agradecimento pela presença e participação dos judocas nipónicos ao referir que “para muitos judocas que não tiveram e não têm condições para ir ao Japão este é um momento muito especial, porque o Japão veio até eles”.

O treino decorreu em rodadas sucessivas de randori, no chão e em pé e foi possível observar a permanente disponibilidade dos jovens japoneses que aceitavam sucessivos convites para uma interação que se adivinhava ser principalmente de aprendizagem para quem convidava.

No final de um ciclo de randoris bem intensos houve lugar a momentos mais formais de ofertas de prendas, de mensagens de agradecimento e ainda de palavras de amizade entre os diversos participantes.

Finalmente os atletas e todos os presentes foram visitados pelo assessor do Embaixador do Japão em Portugal e pela Secretária da Embaixada que, através da intermediação sempre generosa de Sachiko Kobayashi, saudaram os presentes na pessoa de Rui Rosa, que em parceria com o Pedro Pratas orienta a atividade do clube.

Fotos © JudoMagazine

SOBRE O AUTOR | Editor

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *